O ranking BANTUMEN dos artigos mais clicados dos últimos sete dias começa com a matéria sobre Bacar Cassamá, um jovem guineense formado em informática que decidiu criar um site onde as pessoas podem acompanhar a evolução dos dados da COVID-19 na Guiné-Bissau. Em seguida temos o 14.º episódio do BANTUMENPodcast que teve como convidado Vita Malonga; Lockdown que é o novo EP do conjunto angolano Mobbers; a empresa de aquitetura que está a construir um centro de música flutuante em Cabo Verde e, por último, Prodígio, que representou a comunidade PALOP no novo hino em solidariedade africana contra a COVID-19.

1- Bacar Cassamá: o jovem guineense cuja visão é a chave para o sucesso

É informático, tem 28 anos, gere um negócio próprio e assume com a sociedade guineense um compromisso de consciencialização. A BANTUMEN entrevistou Bacar Cassamá, o jovem guineense que criou um site onde a população pode acompanhar a evolução da pandemia no país.

2- BANTUMENPodcast: “Os homens ricos já não são os de fato e gravata”, Vita Malonga

O 14.° episódio do BANTUMENPodcast tem como convidado Vita Malonga, um angolano, no vigor dos seus trinta anos, empreendedor no ramo imobiliário, mentor e consultor financeiro.

Vita é o criador do projeto Black Owned Business Portugal, uma plataforma que faz um rastreamento de negócios e serviços detidos por empreendedores negros, conforme a localização do utilizador da app.

3- “Lockdown” é o fruto do confinamento dos Mobbers

Depois de praticamente quatro meses em confinamento, os Mobbers apresentam agora o fruto dessa experiência inédita. Lockdown é um EP com cinco faixas, inteiramente gravadas neste período de quarentena. 

4- Empresa de arquitetura vai construir um hub de música futurista em Cabo Verde

NLÉ, uma empresa de arquitetura, design e urbanismo liderada por Kunlé Adeyemi, está a construir um centro de música flutuante em Cabo Verde.

5- Prodígio representa os PALOP em “Stand Together”

“Stand Together” é o novo hino disponibilizado no Nelson Mandela Day pela ONE, em parceria com a MTV Base e a Nelson Mandela Foundation. Prodígio é o único artista PALOP a fazer parte da causa.