O top dos artigos mais clicados da última semana de julho é liderado por Carlos Lopes, José Agualusa, Mia Couto e Carmo Silveira, que são as personalidades da comunidade PALOP que estão entre as 100 mais influentes de África. Segue-se o lançamento do novo single de Edgar Domingos intitulado “Estragar o que está bom”; o assassinato “premeditado e racista” de Bruno Candé; a entrevista com a cantora cabo-verdiana Josslyn e a apresentação do novo extended play do moçambicano Kuny, que recebeu o título de “Montanha Russa”.

1- Carlos Lopes, Agualusa, Mia Couto e Carmo Silveira na lista das 100 personalidades mais respeitadas de África

 Reputation Poll International, uma empresa líder global em gestão de reputação, lançou a lista de 2020 dos 100 africanos mais respeitados do continente. Ao todo são 47 mulheres e 53 homens de diversos setores a integrar a lista. Entre eles estão quatro personalidades dos PALOP: Carlos Lopes, da Guiné Bissau, José Eduardo Agualusa, de Angola, Mia Couto, de Moçambique e Maria do Carmo Silveira, de São Tomé e Príncipe.

2- Edgar Domingos lança “Estragar o que está bom”

Neste novo single, Edgar dá vida à voz de uma mulher apaixonada por um homem que decidiu terminar o relacionamento.

3- O assassinato de Bruno Candé foi “premeditado e racista”

Bruno Candé Marques, de 39 anos, foi morto a tiro por um octogenário em Moscavide, Lisboa. O crime ocorreu neste sábado, 25, por volta das 13h e o homicida terá tido, segundo a família da vítima e dos moradores, motivação de foro racial.

4- “Independentemente dos erros o caminho é sempre para frente”, Josslyn

Após ter estreado no dia 30 de julho o seu novo single com Edgar Domingos, “Nha Mundo”, damos a conhecer um pouco mais sobre Josslyn, artista que se catapultou para a fama após a participação na edição portuguesa do programa Ídolos.

5- Kuny apresentou-nos o EP “Montanha Russa” e falou da transição do rap para o rnb

Kuny esteve à conversa com a BANTUMEN sobre o seu novo projeto. Montanha Russa é o seu primeiro EP a solo, que assinala uma transição do rap para o rnb.