Mirai acaba de chegar à Universal Music e já tem produto novo para lançar para as ruas. Depois da distribuição dos temas “Meu Momento” e “Cima”, “Mordomo” é o primeiro single do rapper editado pela produtora, com quem Mirai assinou para edição, management e agenciamento.

“Mordomo” apresenta-nos Mira num tom confessional, com uma produção mais polida e diferente dos temas anteriores.

“Mirai” significa “futuro” em japonês, e é uma espécie de prenúncio daquele que pode vir a fazer parte do melhor que o hip hop em português tem para nos oferecer.

Neste novo single, Mirai afirma-se como um artista completo, capaz de se mover com segurança entre inúmeras variantes do hip-hop e registos de voz, numa atmosfera musical em que o flow e o ritmo muitas vezes se sobrepõem ao significado imediato da letra, para criar uma sonoridade reconhecível.

Com o lançamento de “Mordomo”, será certamente o início da fase mais entusiasmante do seu percurso, além de ser a “melhor música” que o artista já lançou, de acordo com o próprio.

“Mordomo” mostra a versatilidade de Mirai enquanto rapper. A letra fala sobre uma relação amorosa passada e representa o esforço de seguir em frente após um desgosto amoroso.


O vídeo materializa-se através de uma história de fantasmas. Mirai está a tentar vender a casa em que viveu com a namorada, que é assombrada pela memória desse relacionamento.

Escrita algures entre maio e junho do ano passado, quando ainda estava nesse relacionamento, Mirai descreve na canção os seus sentimentos à outra pessoa, numa conversa em jeito de solilóquio.

Mirai tem como influências os artistas Lostnot, Vado MKA, NGA, Dealema, Sam the Kid, Young Thug, Rich The Kid, Jaden Smith, Trippie Red, Travis Scott, Coldrain e os inesperados Panic! At the Disco e Fall Out Boy.

Inspirado por um amigo que também cantava, Mirai tinha 23 anos e estava no último ano da Faculdade, no curso de Gestão de Marketing no IPAM, quando começou a agarrar no microfone. “Escondia-me de toda a gente. Eu próprio não sabia o que aquilo haveria de dar”.

Com o passar do tempo, o rapper tornou-se num fenómeno no Twitter e criou com Lostnot o coletivo SHIN SEKAI, através do qual lançou os temas “Bubaka” e “Iris”, que somam milhares de visualizações no YouTube.

Foi também o vencedor d’O Game da WTF, em parceria com a Think Music, em 2019, um passo bastante importante no seu percurso no mundo do hip hop. “Mais pessoas começaram a reconhecer-me como músico e não somente como um rapaz da Internet que fazia vídeos.

E hoje em dia, da Internet para os palcos, Mirai acabou por resultar num dos nomes mais promissores do atual panorama do rap tuga da nova geração.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.