Produzida por Ellputo, “Pode” é um single que Hernâni decidiu dedicar ao universo feminino com o objetivo de empoderar.

Depois de uma participação com Vannize, Hernâni oferece-nos agora este single que exprime tudo o que uma mulher é capaz de fazer quando ela acredita em si própria. “Pode”, que foi lançado já com vídeo, é um jam que fala sobre “aceitação, perseverança, fé e auto-estima da mulher”.

“Li uma vez que, lugar de mulher é onde ela quiser estar. Acho que é merecido até porque todos viemos da barriga de uma. Por essa e por outras razões, decidi dedicar [esta música] a todas as mulheres que têm noção desse conceito e que escolhem ser o que elas são”, disse Hernâni a propósito do projeto.

A música faz parte do EP R&B Nanye Vol. 2 – Amor e Sacrifício, foi escrita pelo próprio artista, tendo sido produzida, masterizada e misturada por Ellputo.

Para os mais atentos aos moves do rapper, sabem que desde julho Hernâni vem disponibilizado músicas todas as semana, e surpreendentemente os temas lançados “compõe o projeto”, tendo o optado por lançar o seu material de forma diferente.

O EP conta com as participações de novas caras do mercado de “moz”, como TyKid e ScanLab, Mark Exodus e Carmen Chaquice, artistas da produtora Sameblood.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".