Domingas Mulenza Pimentel, angolana de 30 anos, é residente no Brasil há mais de 15 anos. É também estudante de Comunicação Social, diretora e fundadora do DCE da Universidade Gama Filho num período em que a instituição vivia o seu pior momento.

Atualmente, Domingas é pré-candidata a vereadora no Rio de Janeiro, na campanha do coletivo Malês, um projeto que tem lutado contra o racismo institucional, sobretudo apoiando candidaturas negras que são prejudicadas pela falta de investimento e propaganda em relação a outras candidaturas .

O coletivo almeja ver uma proposta que garanta a proporcionalidade no fundo eleitoral e partidário para candidaturas negras. Apesar das suas várias ocupações, Pimentel consegue conciliar a vida política e académica, incluíndo a presidência da União dos Estudantes Angolanos no Rio de Janeiro (UEBRRJ).

Domingas Mulenza tem-se destacado na luta contra o racismo, desigualdade social dos negros no Brasil e não só, sem esquecer o trabalho amplo e árduo a nível da comunidade dos jovens angolanos residentes no Brasil.

Foi ainda diretora de mulheres da União estadual dos estudantes (UEE-RJ), sendo uma das principais figuras dos atos que colidiram na queda do então deputado e presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Membro do coletivo negro Osvaldão, foi ainda diretora da UBM-RJ (União Brasileira das Mulheres) e é do coletivo feminista Elza Monnerat.

No âmbito do jornalismo, foi diretora da rádio Kwanzario (única rádio online africana na América latina), diretora do jornal impresso Mwangolé e assessora do cônsul de Angola no Rio de Janeiro.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.