A FIFA anulou a assembleia-geral da Federação de Futebol da Costa do Marfim que queria mudar a comissão eleitoral na votação do novo presidente, num processo em que o ex-futebolista Didier Drogba é candidato.

O ex-jogador, que se destacou ao serviço do Chelsea, tendo sido treinado por José Mourinho, apresentou oficialmente a sua candidatura à presidência da referida federação africana no início de agosto, prometendo contribuir para a recuperação do futebol na Costa do Marfim, que considera estar num “mau momento”. Apesar da sua popularidade, a candidatura não teve um feedback unânime como se esperava.

O ícone tem lutado para reunir o apoio de três clubes da Ligue 1, dois da Ligue 2 e D3, além de um grupo de interesse do futebol, um patrocínio e o voto de oito em 81 eleitores. Estes são são fatores decisivos para a candidatura à Fif (Federation Ivoirienne de Futebol ) ser validada. Fora que, o Asi d’Abengourou e Sporting Club de Gagnoa, clubes presentes na sua lista de patrocínios, “jogaram” um jogo duplo com o ex-atleta.

A comissão eleitoral liderada pelo antigo ministro do Desporto da Costa do Marfim, René Diby, foi entretanto suspensa por “violações graves” pelo comité de emergência da federação costa-marfinense. Porém, a FIFA acredita que esse comité “não é competente para suspender a comissão eleitoral”, pelo que o mesmo continua em funções e o processo deve ser retomado sem demora, como fez saber através de uma carta citada pela AFP.

Drogba contava com o apoio da Associação de Futebolistas da Costa do Marfim (AFI), mas, verificou-se o contrário tendo, ainda assim, conseguido recolher os apoios necessários para lançar a sua candidatura.

Além do antigo ponta de lança, também Idriss Diallo, que foi vice-presidente da federação costa-marfinense, e que é apoiado pela AFI, está na corrida à presidência do organismo, tal como Sory Diabaté, atual vice-presidente da federação costa-marfinense e presidente da Liga de futebol da Costa do Marfim.

A Costa do Marfim é uma república com forte poder executivo. Através da produção de café e cacau, o país foi uma potência económica na África Ocidental durante as décadas de 1960 e 1970, embora tenha passado por uma crise económica nos anos 80, contribuindo para um período de turbulência política e social.

Drogba é considerado a estrela maior do futebol do país. Devido ao seu envolvimento na liderança pelo processo de paz, Drogba foi distinguido como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela Time em 2010.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.