O que há no primeiro “Ficheiro” do 2 Contra 1?

Ficheiros é o mais novo projeto musical da dupla 2 Contra 1, que visa “proporcionar uma experiência diferenciada”. Apresentada oficialmente para “preencher o ambiente de trabalho arquitetado para forjar um legado”, o projeto também olha para a “evolução do audiovisual urbano e colaboração artística”.

O “Ficheiro 1” será um “comboio” onde irão participar artistas de vários de diferentes pontos do país, com o objetivo de “estabelecer um ambiente de intercâmbio artístico saudável e frutífero”, “rompendo a barreira dos estigmas e preconceitos” e descentralizar o rap da capital, Luanda.

Uma das músicas contará com a participação de cinco artistas nacionais, como Liryku Supremo, Mamy, Phedilson, Sanguinário e Carpe Diem.

Em comunicado de imprensa, a dupla ressaltou algumas características dos rappers, dizendo que “Liryku Supremo é um Mc notável por diversas qualidades”, a Mamy, uma rapper com uma excelente capacidade lírica, e Sanguinário como sendo “um dos grandes representantes do movimento underground“.

Os instrumentais da faixa foram concebidos pelos produtores Silindro Dark Room e Amiel Deep.

Por conta da atual da pandemia, Ficheiros 1, nesta primeira fase, será feito somente em Luanda, mas futuramente “o objectivo é migrar para
várias zonas do país, e viajar em busca de parcerias ricas a nível da lusofonia”.

A faixa foi gravada na Clé Studio, que cedeu “abertamente o estúdio para a concepção do projeto” e conta com uma direção de vídeo de Malef.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

nv-author-image

Bruno Dinis

Carrego a cultura kimbundu nas minhas veias. Angolanidade está presente a cada palavra proferida por mim. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, por tanto, não seja recluso da ignorância.