Gotas D’Espaço é o novo EP de Tóy Tóy T-Rex, que antecede o lançamento do tão esperado álbum Cor D’Água.

Para dar “luz” a este trabalho, além de “trazer algo com mais vibe, sem perder o foco no story telling e lírica aguçada”, o rapper inspirou-se também na filosofia que “nos obriga a ver a vida em vários sentidos”. A arte da capa de Gotas D’Espaço reflete essa espécie de dicotomia. A nave parece estar em duas perspetivas contrárias, conforme a posição em que a capa estiver. De um lado parece estar no espaço e no outro no mar. “Foi assim que tive de ver a vida em alguns momentos como se fosse esse puzzle, onde tem peças complicadas mas que só se tornam fáceis de montar se eu pensar que são”, disse T-Rex.

Com este EP, Tóy Tóy pretende transmitir uma vibração mais positiva e mais motivadora, servindo de incentivo para que as pessoas passem a ver “as coisas de vários sentidos”, de forma a que não “murchem quando o mal acontece porque é sempre um aprendizado”.

É um lançamento totalmente a solo, depois de várias colaborações que o deixaram muito bem posicionado, nomeadamente em “Tempo“, com FRANKIEINTHEGUITAR, Bispo e LON3R JOHNY,
Até Amanhã“, com Calema e Diana Lima, “Nuvens“, com os Mobbers, eSó Eu Sei“, com 9 Miller e Phoenix RDC.

A boa vibe das músicas são uma continuação do espírito que Tóy transmite e recebe no estúdio durante a gravação, com uma composição inspirada no que lhe vai acontecendo no quotidiano.

Gota D’Espaço é composto por oito faixas musicais sem participações vocais de outros artistas. “Gotas D’Espaço”, “Ar” e “Povo” foram produzidas pelo próprio rapper. As restantes faixas receberam a produção de Jayrewind, Beatsbyarum, Sleh, Ashton McCreight e Bando.

Com o selo da Atlas Agency e distribuição da Universal Music, além de já estar disponível nas plataformas de streaming, o EP vai ver ainda a publicação de pelo menos três videoclipes, com “Mau Tempo” a ser o primeiro.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".