A Seres Produções assinala este ano a marca de 20 anos de atividade. Para celebrar, a produtora vai lançar, no dia 25 de setembro, uma compilação com 12 faixas musicais, que sairá em todas as plataformas digitais. O projeto conta com as participações especiais de Satelite, DANYKAS DJ, Boddhi Satva, Drunky Daniels, entre outros.

Com o título 200, que simboliza o 200.º lançamento da label, o lançamento da obra foi o método escolhido para assinalar este aniversário, transpondo assim a dificuldade de realizar um evento físico digno da efeméride, devido à pandemia. Contudo, online, a Seres Produções vai partilhar série de shows, entre os dias 25 e 26.

Serão seis performances por dia, das 18h às 00h, com transmissões nas plataformas Twitch, Facebook e YouTube da Seres Produções. Ali, os artistas que integram a lista de participações de 200 vão poder mostrar os seus trabalhos ao público em geral.

A Seres Produções nasceu em Angola, nos anos 2000, através da curiosidade do DJ Satelite e do seu Irmão DJ Vamburgue, movida pela mestria da irmã mais velha na produção de música para um álbum do Grupo Sindicato.

Nessa altura, DJ Satelite e Vamburgue começaram a produzir Kuduro e convidaram amigos para gravarem em cima dos seus beats. A eles, juntou-se um dos seus grandes amigos Absinto aka GelmiroPireza, que hoje assume outra posição na label e faz todo o trabalho de design da produtora. 

Em 2002 começaram a ganhar alguma notoriedade no seu bairro, Marçal, uma das zonas periféricas de Luanda, dado ao trabalho que foram realizando com vários artistas.

 Entre 2004 e 2005 gravaram músicas e produziram alguns dos Hits que marcaram uma nova era do Kuduro e gerações. Entre eles, “Comboio” dos Lambas, o instrumental produzido por DJ Marcelo “Esqueleto”, “Se Desfio” produzido por DJ Satelite e outros grandes temas como Dança Killa” e “Na Palma da Mão”, que fizeram parte do primeiro álbum dos Lambas, intitulado Estado-maior do Ku-Duro (2006), o primeiro trabalho angolano a chegar à marca de dez mil CDs vendidos em apenas seis horas. 

Depois desse sucesso, Satelite, Bruno M e DJ Vamburgue produziram o álbum Batida Única, que foi o afirmar da nova geração do Kuduro e onde mudaram completamente a métrica do estilo.

Em 2008 DJ Satelite decidiu sair do quarto para o mundo e embarcou numa jornada à procura de um foco para a sua carreira e novos passos para a produtora Seres Produções. Foi assim que decidiu fazer um upgrade do Kuduro para o Afro House, e lançou o primeiro trabalho no género em 2012. 

A Seres Produções vem ampliando a sua presença no mundo da música há 20 anos, mas sua escalada no mundo digital ainda é curta.

Depois de trazer trabalhos inéditos, como o lançamento do primeiro álbum Afro House 100% Angolano, Muloje, onde participaram grandes artistas da cena Afro House em Angola, e a compilação Pura Injeção, alusiva ao lançamento número 100 da editora, Seres junta agora forças e vai comemorar o lançamento 200 que contará com a participação de muitos artistas que por muito tempo, se têm aliado à casa Seres Produções.