A Njinga Team está a desenvolver para PC, Nintendo Switch e possivelmente para PlayStation 4, aquele que será o jogo sobre a vida e luta da angolana Rainha Njinga. Njinga: The Diplomat Warrior ainda não tem data de lançamento previsto.

Njinga: The Diplomat Warrior é um jogo de aventura sobre Ngola Njinga (Rainha Njinga em português), um dos maiores símbolos de empoderamento feminino e uma das figuras mais importantes na luta contra a libertação colonial portuguesa.

Segundo os seus produtores, o jogo é “baseado em eventos reais, focado na exploração e conteúdo não violento”, tornando-se assim adequado para as crianças.

De forma interativa e divertida, a história será apresentada em vários episódios que refletem a vida da rainha, que é uma forma de dar a conhecer mais sobre o seu percurso, assim como o papel que a sua luta e persistência tiveram dentro e fora de África.

A missão de Ngola Njinga torna-se desafiante, pois foca-se na aptidão da rainha para a diplomacia, enquanto convence o almirante holandês Cornelis Jol, mais conhecido por “Perna de Pau”, a juntar-se à sua causa.

Sobre as características visuais do videojogo, o que já foi mostrado ao público relembra os jogos produzidos para a Nintendo. O combate será realizado através do diálogo, apresentando-se num sistema de escolhas ramificadas que procura transmitir que o diálogo diplomático são indispensáveis. Njinga terá de colectar um leque de informações para poder apanhar os seus adversários e poder atingir os seus objetivos.

O mundo será explorado através de um mapa de jogo amplo e completo de segredos e missões secundárias com informações de como era o continente berço há quatro séculos e as suas principais figuras.

Ainda sem data de lançamento, o Njinga: The Diplomat Warrior está a ser desenvolvimento para Playstation 4 e Nintentdo Switch.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".