A universidade mais antiga do mundo fica em África e foi fundada no ano de 859. Localizada em Marrocos, na cidade de Fez, a Universidade Al-Qarawiyyin é um centro histórico de ensinamentos educacionais e espirituais do mundo muçulmano.

Com diversas variações no nome, Al Karaouine, Kairouyine, Quarawin, Al-Qarawiyin, Karueein e El Qaraouiyn, esta universidade, que inclui uma das maiores mesquitas do continente, é reconhecida pela UNESCO e pelo Guinness World Records como a mais antiga em existência e ainda em atividade.

De acordo com historiadores, Al-Qarawiyyin foi fundada por Fatima Al-Fihri, filha de um comercial, que emigrou com a família de Cairuão (atualmente Tunísia) para Fez, no início do século IX.

Após a morte do pai, Fatima e a irmã, Mariam, herdaram uma grande soma de dinheiro. A sua parte da herança foi toda destinada à construção de uma mesquita para a sua comunidade, junto de uma madrasa, escola islâmica cujo objetivo era dar oportunidade às pessoas de praticarem a fé e expandirem os seus conhecimentos nas questões espirituais.

Ao longo do tempo, a escola tornou-se num dos principais centros de educação e espiritualidade do mundo.

Em 1947, a instituição foi registrada no sistema educacional do Estado e dez anos depois, cursos de química, física e linguagens foram abertos e em 1963 uniu-se a um moderno sistema educacional do estado, recebendo alunos do norte e oeste africano e até da Ásia central.

A biblioteca localizada no centro histórico da cidade, integra o complexo da universidade e é também considerada a mais antiga biblioteca do mundo ainda em atividade. Também fundada no século IX, possui mais de quatro mil livros raros e manuscritos árabes, dentre os quais um Alcorão do século IX e um manuscrito do filósofo Averroes.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.