“Beira da Piscina” é o mais recente single solto de Ary Rafeiro e Marcosbest, Ruben Carrington no refrão. A música tem o selo da Sony Music Portugal.

Com vibe chilled, é assim que se apresentam Ary Rafeiro e Marcosbest com Ruben Carrington neste novo single.

A música é uma renovação dos laços entre Ary e Marcosbest, que nutrem uma amizade de há mais de uma década, com uns acordes no violão que vão ao encontro do estado espiritual de ambos, depois de passarem por “tantas dificuldades e quedas no chão da vida”.

“Reflete um pouco a fase de vida que estamos a passar. Bem como pela a irreverência do final da adolescência, em que queremos ter sempre uma voz ativa na sociedade”, disse Marcos.

“Apesar dos apesares”, Marcos e Ary querem estar “chill à beira da piscina” a usufruir de todas as coisas que lutaram para alcançar durante este tempo. “Há batalhas que devem ser travadas e há momentos que temos de tchilar e aproveitar”, continuou Marcos Best.

O videoclipe faz jus à vibe que transmite a música, com um ambiente tropical. Os artistas juntamente, com Ruben, aparecem em diferentes cenários paisagísticos, ambientes que relembram tardes de fim de semana vividas em família.

A música tem a produção de Blaeckfull, com a captação de Zoo, mistura e masterização de 2F-UFlow, e o vídeoclipe foi filmado por Iuri Policarpo e tem a produção de Bons Malandros.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".