“Crime Scene” é a mais nova música de Deezy, lançada com o respetivo vídeo no YouTube. O single é um monólogo do rapper sobre a luta infinita contra o racismo.

Deezy decidiu sair da sua zona de conforto para pedir respeito pela “brown skin”, em cima de um instrumental de Hzrvibes.

O “bom colonialismo” de Portugal, injustiça social e discriminação racial são o mote da letra da música, que inclui vários áudios de diferentes discursos, incluindo o de Bdr, dos AKA Boyz, e citações da deputada Joacine Katar Moreira durante a “Manifestação Antirracista” ocorrida em junho, na cidade de Lisboa.

No vídeo, vemos Deezy com um pano de fundo que vai transmitindo imagens sobre os casos George Floyd, Bruno Candé, Cláudia Simões, entre outros.

O trabalho visual de “Crime Scene” recebeu o tratamento de Visualz e a música tem o instrumental de Hzrvibes, tendo sido escrita por Deezy.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Carrego a cultura kimbundu nas veias. A minha angolanidade está presente a cada palavra proferida. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O meu mantra é "o conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, portanto, não seja recluso da ignorância".