A plataforma Deezer disponibilizou na sua página inicial e de forma fixa na categoria “Explorar”, em todo mundo, o canal “Cultura Negra”. Uma iniciativa que surge no seguimento do dia da Consciência Negra e que permite que os utilizadores tenham acesso a conteúdo relacionado com igualdade racial e justiça. A informação chega ao público na voz de podcasters, artistas e influenciadores digitais que se reuniram com o objetivo de homenagear vozes negras que revolucionaram o panorama musical.

O canal está dividido em módulos onde é possível encontrar playlists de artistas, escolhas do editor e podcasts produzidos por produtores negros. Para o mês de novembro, está previsto o lançamento de conteúdos originais como o podcast “Essenciais” e alguns episódios do podcast “Pop Story”. Toda a temática de conteúdo é uma forma de homenagear artistas negros, mas também há surpresas. Uma delas é o lançamento da “Playlist da minha vida”, um local onde artistas como Ludmilla, Rashid, Neguinho do Kaxeta, Karol Conka e Rodriguinho, darão a conhecer ao público as 10 faixas musicais mais importantes das suas carreiras, ao mesmo tempo que vão comentando sobre as mesmas.

Criada com o intuito de modo a promover a cultura negra, o canal brinda os subscritores com playlists internacionais onde é possível encontrar géneros musicais como Pop, Funk, R&B, Soul e Hip-Hop. Estão também disponíveis playlists nacionais com especial foco nos artistas negros de ritmos brasileiros como Pagode e Axé de Protesto, levando o público a conhecer uma variedade de vozes e ritmos.

A plataforma faz, diariamente, homenagem as artistas que marcaram a história da música e cultura, através das suas vozes e sua musicalidade, selecionando os álbuns clássicos e permitindo ao público conhecer a obra de autores como Arlindo Cruz, Dona Ivone Lara, Clementina de Jesus e Racionais Mc`s.

“Olhamos sempre de forma humana para nossa plataforma para promover igualdade racial e justiça. Ao longo da história, os músicos negros fizeram musica que o mundo inteiro ama, porém, nem todos os artistas negros estão a receber a tenção e respeito que merecem, e queremos mudar isso, uma vez que a música não é apenas música, é história também, e há muito dela na cultura negra”, afirmou Vithor Reis, editor da Deezer e responsável pela curadoria do canal.

Todas as playlists e novidades estão disponíveis na plataforma e podem ser consultadas diariamente através da homepage da app ou através do canal “Cultura Negra”.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.