O ator Laquino Fonseca, que contracenou em Resgate, a primeira produção moçambicana a entrar na Netflix, foi diagnosticado com uma hérnia umbilical, que se junta a outros problemas de saúde. O diagnóstico não poderia ter “caído” em pior altura. O mercado das artes em Moçambique, tal como acontece no resto do mundo, está praticamente parado, o que desencadeou uma preocupante situação financeira entre os profissionais artísticos. Laquino está numa luta contra o tempo para angariar 170 mil meticais (cerca de 1900 euros) para custear o tratamento.

Segundo o site MozEntretenimento, o pedido de apoio foi feito no programa de Fred Jossias, na Tua TV. Ali, o ator conseguiu somar cerca de sete mil meticais (78 euros) à sua campanha de angariação de fundos.

O cantor Case Buyakah também já agiu nas suas redes sociais, ajudando a difundir o pedido de apoio de Laquino Fonseca.

O filme Resgate foi a primeira longa-metragem moçambicana a ser transmitida numa plataforma de streaming, neste caso a gigante Netflix.

O enredo do filme conta a história de Bruno que, depois de quatro anos detido, quer reorganizar a sua vida de forma honesta. Contudo, uma dívida da mãe troca-lhe as vontades e Bruno tem de decidir entre voltar a cair nas malhas do crime ou perder a casa onde nasceu e cresce.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

[Fancy_Facebook_Comments]