Orquestra | ©Kazuo Ota

197 músicos formaram a “Orquestra da Terra” para espalhar união

Pela primeira vez na história da música, 197 músicos – um de cada país do mundo – formaram uma orquestra, que tem como objetivo difundir uma mensagem de união, que transcende fronteiras físicas e culturais.

De um total de nove faixas, a primeira canção do projeto, “Together is Beautiful”, foi gravada em localidades diferentes e depois mixada. Um documentário que conta as histórias de alguns dos músicos foi igualmente lançado nesta sexta-feira.

Tello Morgado, a representou Angola, com um instrumento de percussão; Dilson Laguna representou o Brasil e Luís Firmino Cabo Verde, ambos participaram com as suas guitarras, Ernesto da silva da Guiné-bissau mostrou o Tina (Tambor de Água).

Judith Bijieri Boko da Guiné Equatorial e Mesaro Soares de São Tomé e Príncipe fizeram Vocais. De Timor-Leste, Etson Caminha trouxe o Lakadou, de Portugal Gavin Fernandes tocou Violino, e Venâncio Mbande Júnior, de Moçambique, tocou o instrumento musical Mbila.

Olgha Nk, integrante camaronesa da Orquestra da Terra, disse que viu o projeto, que demorou três anos, como “o mundo inteiro a dar as mãos”.

Em maio de 2019, 57 dos 197 membros encontraram-se nos Estúdios Abbey Road, em Londres, para preparar os fundamentos da canção.

O projeto foi supervisionado pelo compositor George Fenton, vencedor de um Bafta, mas muitos dos músicos improvisaram em torno das suas melodias e temas, combinando estilos musicais e usando instrumentos típicos dos seus países.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

nv-author-image

Mauro Aghuas

Pai de 2| Linux entusiasta| Fã de Cazuza | amante da cultura Hip-Hop e apaixonado por festivais de Rock em Angola