retrospetiva

2020 em retrospetiva pela nossa redação

Não foi só de pandemia que se fez 2020. Nos PALOP e em Portugal, vários outros temas, de diferentes setores, dominaram a atualidade e as conversas de redes sociais, visto que as de café foram adiadas para um período pós-covid.

As mortes de vários negros às mãos da polícia norte-americana; o levantamento da comunidade negra global contra a discriminação; o assassinato de Mota Jr e o desaparecimento de Kobe Bryant e Chadwick Boseman foram apenas alguns dos assuntos que mais impactaram este 2020.

Na BANTUMEN, passamos em revista alguns dos momentos mais importantes nos países africanos de língua portuguesa e para a comunidade negra em Portugal e na diáspora.

Janeiro

Luis Giovani espancado até à morte, em Bragança

Luís Giovani dos Santos Rodrigues morreu a 31 de dezembro de 2019. O jovem estudante cabo-verdiano, que se encontrava em Portugal há poucos meses para estudar, foi barbaramente espancado por um grupo de vários homens. Logo nos primeiros dias de janeiro de 2020, aconteceram várias vigílias a apelar por justiça em Portugal como em Cabo Verde, Inglaterra, França e Luxemburgo.

Como é que se celebra um ano de “Jamaica”? Batendo na minha mãe

Exatamente um ano depois do caso Jamaica, a violência que Cláudia Simões sofreu por parte de um agente da Polícia de Segurança Pública portuguesa tornou-se no primeiro caso de abuso policial viral de 2020.

Fevereiro

Paddy Cosgrave, da Web Summit, em Cabo Verde para apadrinhar o Programa “Cabo Verde Digital”

Paddy Cosgrave, o homem por trás da Web Summit, esteve em Cabo Verde a convite do Primeiro-Ministro, Ulisses Correia e Silva, para conhecer melhor e apadrinhar o projeto Cabo Verde Digital. O fundador da Websummit esteve na ilha de Santiago e na ilha do Sal, numa visita de três dias e participou num showcase de empreendedores e no evento CV Next.

https://www.bantumen.com/2020/02/12/paddy-cosgrave-da-web-summit-em-cabo-verde-para-apadrinhar-o-programa-cabo-verde-digital/

Pongo, a menina dos olhos do New York Times e The Guardian

O sucesso internacional de Pongo só tem aumentado e os maiores meios de comunicação internacionais têm a sua carreira debaixo de olho. Depois de se tornar numa das vencedoras dos prémios Music Moves Europe, da Comissão Europeia, que distinguem artistas emergentes que representam “o som europeu de hoje e de amanhã”, Pongo mereceu um artigo no New York Times e no The Guardian onde se fala sobre o seu neo-kuduro vanguardista.

Março

Nobalur doa pensos higiénicos reutilizáveis a meninas e mulheres na Guiné-Bissau

A Nobalur, um coletivo cultural de apoio e promoção à Guiné Bissau, lançou uma campanha de crowdfunding para ajudar, durante o seu período menstrual, mulheres e jovens guineenses em condições de pobreza extrema a obterem produtos de higiene. Os artigos e recursos convencionais ligados à higiene feminina na Guiné-Bissau custam, por vezes, um valor demasiado elevado para as carteiras mais carenciadas e a campanha, além de olhar para a questão social, também teve um cunho eco-friendly, com a distribuição de pensos higiénicos recicláveis.

Jiu-Jitsu: Carlos Injai vence medalha de ouro pela Guiné-Bissau e classifica-se em 35.° a nível mundial

Carlos Injai é o detentor da mais recente medalha de ouro da Guiné-Bissau. O atleta foi o grande vencedor do Abu Dhabi Grand Slam World Tour Jiu-Jitsu, na categoria peso meio-pesado, 85kg. O evento decorreu na Copper Box Arena, em Londres, que acolheu os Jogos Olímpicos de 2012. O Grand Slam marcou também passagem pelas cidades de Moscovo, Tóquio, Los Angeles, Rio de Janeiro e Abu Dhabi.

Mota Jr raptado à porta de casa

No dia 19 de março, Mota Jr foi raptado à porta de casa. Dois meses depois, o corpo do rapper foi encontrado, já em elevado estado de decomposição numa zona de mato em Sesimbra, arredores de Lisboa. Edi Barreiros, João Luizo, Fábio Martins e Catarina Sanches são os quatros suspeitos do assassinado de Mota Jr, acusados pelo Ministério Público de Sintra. 

Abril

Adjany Costa, a “superministra” angolana de 30 anos

Angola passou por uma profunda remodelação governamental nos primeiros meses do ano. João Lourenço, Presidente da República, reduziu o seu executivo de 28 para 21 ministros e nomeou a mais nova ministra da história do país. Adjany Costa foi o porta-estandarte dessa remodelação. A jovem bióloga de 30 anos foi nomeada para assumir o superministério da Cultura, Turismo e Ambiente.

Adiato Baldé, a jovem guineense que criou um desinfetante caseiro

Adiato Baldé utilizou os seus conhecimentos no mundo farmacêutico para ajudar quem não tem a possibilidade de adquirir produtos desinfectantes para combater a propagação do vírus da covid-19. Baldé licenciou-se em Farmácia, mas especializou-se em regulamentação de medicamentos e produtos de saúde. Atualmente, trabalha em Londres, na área regulamentar das indústrias farmacêuticas. Com o despertar da pandemia de Covid-19, a farmacêutica decidiu criar um desinfetante que está ao alcance de todos e pode ser utilizado para as mãos e objetos em casa.

Maio

O milagre africano do Covid Organics. África une-se e Ocidente desdenha

Muito se falou sobre o Covid Organics, uma bebida desenvolvida em Madagáscar que, segundo pesquisadores da medicina tradicional do país, pode curar e ajudar a prevenir a doença da covid-19. A bebida, apelidada de “milagrosa”, é produzida a partir da planta da artemísia – a fonte de um ingrediente usado no tratamento da malária.

Cabo Verde no top 100 do ranking mundial de Ecossistemas de Inovação para Startups

A aposta de Cabo Verde no sector das tecnologias e da inovação começa a dar os seus frutos. O arquipélago integrou, pela primeira vez, o top 100 do Ranking Mundial de Ecossistemas de Inovação para Startups e o TOP 10 no continente africano. O relatório foi divulgado pela Startup Blink, sedeada em Israel, e que se dedica ao mapeamento de ecossistemas globais de startups e inovação.

Junho

A indústria do entretenimento em blackout contra o racismo

O negro deixou de estar sozinho a dar o corpo, e a vida, à luta contra o racismo. Pelo menos nos Estados Unidos. A morte de George Floyd acendeu um rastilho demasiado curto no seio da sociedade norte-americana. À comunidade negra, juntaram-se outros atores importantes sociais e do entretenimento para clamarem por justiça e mudança, mesmo que nem sempre o objetivo por trás da iniciativa seja claro. O movimento ficou conhecido como #BlackOutTuesday e alastrou-se a nível global.

Equipamento da seleção de Cabo Verde feito com plástico retirado do mar

Treze garrafas de plástico dão para produzir uma camisola da seleção cabo-verdiana de futebol, cujo novo equipamento tem 75% desse resíduo retirado dos oceanos, praias e zonas costeiras, descreveu à agência Lusa fonte oficial. Segundo Paulo Santos, da direcção da comunicação da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), depois de muitos anos sem uma linha em relação aos equipamentos da seleção, a FCF decidiu reformular a marca, desde a imagem corporativa e, por conseguinte, os “Tubarões Azuis”, nome pelo qual são conhecidas as selecções nacionais do arquipélago. Nesta lógica, disse que surgiu a ideia para a camisola principal, que tem os motivos ligados ao mar, essa particularidade de usar a Parley, uma técnica que a empresa fornecedora desenvolveu para vários artigos.

Anós i ca ratos de laboratório: Grupo guineense pede explicações ao governo sobre ensaio de vacinas

Um grupo de cidadãos guineenses dirigiu uma carta ao ministro da Saúde do país, António Deuna, para pedir uma “explicação cabal” sobre os ensaios clínicos de vacinas contra a poliomielite na prevenção da covid-19 a 3.400 cidadãos. A carta aberta foi assinada pelo ativista social e ambiental e sociólogo Miguel de Barros, a professora universitária Zaida Pereira, o jovem ativista e estudante universitário em Portugal, Sumaila Jaló, o ativista social Adama Baldé, a bióloga Bianca Flamengo, o músico Manecas Costa, os artistas Nu Barreto, Welket Bungé, Bebetida Sadjo, entre outros.

Julho

Bastos entre os melhores africanos da Europa

O jovem angolano, Bastos Quissanga, de 29 anos de idade, jogador da Lazio de Itália, consta na lista dos 11 melhores jogadores africanos a actuar na Europa.André Onana (Ajax), Thomas Partey (Atlético de Madrid), Riyad Marhez (Manchester City), Mohamed Salah e Sádio Mané (ambos no Liverpool) e Aubameyang (Arsenal) são alguns dos futebolistas que integram a mesma lista.

Prodígio representou os PALOP em “Stand Together”

“Stand Together” é o novo hino disponibilizado no Nelson Mandela Day pela ONE, em parceria com a MTV Base e a Nelson Mandela Foundation. Prodígio é o único artista PALOP a fazer parte da causa. “Stand Together” é o hino africano de solidariedade contra a COVID-19, que engloba nomes como 2Baba, Yemi Alade da Nigéria, Ahmed Soultan do Marrocos, Ben Pol da Tanzânia, Amanda Black e Gigi La Mayne da África do Sul, Stanley Enow dos Camarões, Betty G da Etiópia e Prodígio de Angola. O membro da Força Suprema foi o único artista falante de português que participou na música.

Carlos Lopes, Agualusa, Mia Couto e Carmo Silveira na lista das 100 personalidades mais respeitadas de África

A Reputation Poll International, uma empresa líder global em gestão de reputação, lançou a lista de 2020 dos 100 africanos mais respeitados do continente. Ao todo foram 47 mulheres e 53 homens de diversos setores a integrar a lista. Entre eles, quatro personalidades dos PALOP: Carlos Lopes, da Guiné Bissau, José Eduardo Agualusa, de Angola, Mia Couto, de Moçambique e Maria do Carmo Silveira, de São Tomé e Príncipe. Os nomes referidos pela Reputation Poll International fazem parte de setores como Política, Cultura, Ciência, Entretenimento, entre outros, e foram selecionadas de acordo com a sua integridade, visibilidade e impacto.

Lisboa: O povo saiu à rua por Bruno Candé

Bruno Candé Marques morreu assassinado, pelas mãos de Evaristo Marinho, um homem de 76 anos, ex-militar do exército português durante a guerra do Ultramar. Enquanto o seu corpo servia de escudo para quatro tiros, Candé ouvi frases como “vai para a tua terra”; “volta para a senzala”; “vou violar a tua mãe”; “fui à tua mãe e àquelas pretas todas de merda”; “tenho armas do Ultramar em casa e vou-te matar”.

Bruno Candé Marques, ator, 39 anos, foi morto pouco depois da uma da tarde, em plena luz do dia, na Avenida de Moscavide, em Loures, com quatro tiros disparados à queima-roupa.

Agosto

Angolano Mauro Sérgio entre os 10 selecionados para programa da NatGeo

A NatGeo revelou o grupo inaugural do Field Ready Program durante a conferência de imprensa da Summer Television Critics Association, realizada online. A surpresa é a participação do artista visual angolano Mauro Sérgio. O programa procura promover a diversidade e a inclusão na produção televisiva global, fornecendo “um caminho claro para uma nova geração de pessoas” interessadas em trabalhar por trás das câmeras. No final do programa Field Ready, a National Geographic vai colaborar com os aprendizes, originários de vários países.

Público chamado a contribuir para realização de filme sobre Amílcar Cabral

Amílcar Cabral é um dos maiores símbolos da resistência ao colonialismo português, tendo um significado especial para o povo guineense e cabo-verdiano. A história de vida do líder africano vai ser retratada num documentário que conta com a assinatura do realizador Miguel Eek. Foi numa viagem a Cabo-Verde, em 2013, que Miguel ficou a conhecer a vida e obra de Amílcar Cabral. Além da película contar com os testemunhos de familiares, amigos e companheiros de luta do líder, o público em geral pode também contribuir financeiramente para ajudar na conclusão do documentário. A contribuição pode ser feita através deste link, onde também é possível assistir ao trailer do filme.

Jornalista há mais de 16 anos, Paula Cardoso começou a esboçar em setembro do ano passado o Afrolink. A plataforma não é um meio de comunicação no sentido literal da palavra, mas dá-nos a conhecer, através de alguns textos informativos, o outro lado da realidade dos afro-descendentes em Portugal. O principal objetivo do projeto é quebrar “a narrativa de que todos os negros trabalham na construção civil, na restauração e nas limpezas”. À semelhança do que está a acontecer em alguns países, sobretudo nos Estados Unidos, Paula Cardoso pretende criar “uma economia negra no mercado português”, mas faz questão de ressalvar que a sua iniciativa em nada tem a ver com o manifesto Black Lives Matter. “É pura coincidência”, afirma, reforçando que o seu trabalho já vem de trás.

“Santana” em 1.º lugar no top 10 mundial da Netflix

Santana tornou-se no segundo filme PALOP, em geral, e o primeiro angolano, em particular, a estar presente na “prateleira” da Netflix. Maradona Dias dos Santos e Chris Roland, o filme baseia-se em factos reais e retrata a história de dois irmãos em busca de vingança pelo assassinato dos pais. A produção ficou a cargo de Paulo Americano, Raul Rosário e Rapulana Seiphemo.

A expectativa do público era palpável, considerando que a película foi dos assuntos mais mencionados nas redes sociais no dia da estreia, o que acabou por se traduzir na classificação do filme como o mais popular a nível mundial, nesta segunda-feira, de acordo com o ranking Flix Patrol.

Setembro

O fogo levou-nos tudo

No dia 1 de setembro, um incêndio reduziu a cinzas a realidade e os sonhos de pelo menos 13 famílias, incluindo os da BANTUMEN. Todo o equipamento audiovisual da nossa redação foi totalmente destruído, assim como todos os bens pessoais no nosso co-fundador Eddie Pipocas. Contudo, o que mais nos marcou não foi este acontecimento trágico, foi a união da comunidade que se organizou em menos de 24 horas para garantir que a BANTUMEN se reergueria. Reergue-mo-nos e com a certeza de que a nossa plataforma é necessária e que a estamos a criar a diferença, dentro daquilo que é a comunicação de informação em português.

Eliana Nzualo entre as três moçambicanas distinguidas pelo prémio internacional Books for Peace

Três moçambicanas foram distinguidas, pelo seu trabalho em prol das mulheres, com o prémio internacional Books for Peace, da Fundação Universitária Vida Cristã (FUNVIC), atribuído a personalidades que contribuem para promover a paz, cultura e harmonia entre os povos. Na sua quarta edição, o Books for Peace distinguiu as moçambicanas Anicha Abdul, Eliana Nzualo e Mody Maleiane pelo seu trabalho na área do empoderamento da mulher.

Cientista cabo-verdiano descobre chave da vida que pode curar cancro

O cientista cabo-verdiano Jay Brito Querido recentemente descobriu uma questão fundamental da vida, procurada há décadas, que poderá ajudar na cura de doenças como o cancro. Aos 36 anos, o cientista faz parte da equipa de investigação liderada por Venki Ramakrishnan, galardoado em 2009 com o Prémio Nobel da Química, na Clare Hall College (Universidade de Cambridge, Reino Unido).

“Matchundadi”, um retrato da masculinidade hegemónica na política guineense por Joacine Katar Moreira

Matchundadigénero, performance e violência política na Guiné-Bissau é a tese de doutoramento de Joacine Katar Moreira, publicada agora em livro e que explica como a exacerbação da masculinidade domina a política e a sociedade guineense. Nesta obra, segunda da bibliografia da deputada, Katar Moreira fala sobre género, violência e instabilidade política, através da cultura da masculinidade hegemónica que se vive na Guiné-Bissau.

Isabél Zuaa distinguida como Melhor Atriz no Brasil

Isabél Zuaa recebeu o prémio de Melhor Atriz na 48ª edição do Festival de Cinema de Gramado, Brasil, realizado de 8 a 26 de setembro.

A portuguesa conquistou o corpo de jurados e recebeu o prémio pela sua interpretação no longa-metragem Um Animal Amarelo, que, como o diretor Felipe Bragança descreve, é uma “tragicómica fábula tropical”.

Outubro

DA LINHA: O kuduro da Damaia foi ao desfile Savage x Fenty Beauty de Rihanna

Os ritmos da Damaia, que saem do estúdio da Enchufada e que são fruto de uma combinação híbrida de ritmos da lusofonia, chegaram a um dos eventos de moda mais populares do momento, Savage x Fenty Beauty, de Rihanna. Com um vídeo publicado na sua conta de Instagram, PEDRO DA LINHA anunciou que a sua música “Drenas” foi escolhida para passar no desfile da marca liderada por Rihanna.

Camavinga faz história com seleção francesa

O último jogo França-Ucrânia ficou marcado por vários momentos, recebendo destaque o golaço feito por Eduardo Camavinga na goleada contra a Ucrânia por 7-1. Com apenas 17 anos e 11 meses, o médio angolano naturalizado francês foi titular e, naquela que foi a sua segunda partida, marcou com um remate acrobático, batendo o guarda-redes ucraniano, Bushchan. Camavinga tornou-se no jogador mais jovem a marcar com o emblema dos gauleses desde 1914, quando Maurice Gastiger marcou no jogo contra a Suiça, com apenas 17 anos e cinco meses.

Aos 23 anos, Valdemar Tchipenhe coordena os laboratórios de diagnóstico de covid-19 em Angola

Aos 17 anos, o angolano Valdemar Tchipenhe ganhou uma bolsa de estudo na China e, sem dominar inglês nem mandarim, lançou-se numa aventura académica que lhe garantiu uma licenciatura em biotecnologia. De regresso a Angola, coordena agora os laboratórios de diagnóstico de covid-19 que estão a ser montados no país. Depois de ter terminado o ensino médio, em 2013, com o nome no quadro de honra da sua escola, chegou à China em 2014, onde após um ano de curso intensivo de chinês, ingressou na Universidade Normal de Zhejiang no leste da China, na província de Guangdong, próxima de Macau e Hong Kong.

Guiné-Bissau: Governo suspende adoções internacionais para combater tráfico infantil

O Conselho de Ministros da Guiné-Bissau analisou recentemente uma proposta de decreto-lei relativa às adoções internacionais e mandatou os ministérios da Mulher, Justiça e Interior a suspender todos os atos administrativos relativos à adoção internacional de crianças e jovens. A decisão, de acordo com Conceição Évora, surge na sequência de “adoções que não estão a seguir as normas estabelecidas”.

Novembro

Manifestação do Dia da Independência em Angola manchada por violência policial

Vários ativistas preparam uma manifestação em Angola, para 11 de novembro, um ato simbólico considerando que a data, feriado nacional, celebra a independência do país. Uma pessoa perdeu a vida durante os protestos, fortemente reprimidos pela polícia. A ativista Laura Macedo, uma das organizadoras da manifestação criticou a ação das autoridades. “Não estava a contar com este aparato e muito menos com mortes”, disse. “Houve várias tentativas de grupos de jovens, mas tudo ficou desorganizado por causa da intervenção policial”, adiantou. À Lusa, Laura Macedo comentou que esperava “um bocadinho mais de civilidade” e “consciência” por parte do governo e não o que aconteceu.

Moçambique lança projeto-piloto que pode prevenir 75% dos casos de malária

O Ministério da Saúde (Misau) moçambicano lançou, pela primeira vez, um projeto-piloto de prevenção da malária, que pode evitar três quartos dos casos da doença, uma das que mais mata no país, anunciou o Governo.

A intervenção “pode prevenir 75% de casos de malária em crianças menores de cinco anos” e vai ser feita “porta-a-porta, através de voluntários comunitários supervisionados por trabalhadores de saúde ou pessoal qualificado”, esclareceu o Misau, em comunicado.

A insurreição Islâmica em Moçambique

Jornalistas que presenciaram ataques de rebeldes e sobreviveram durante duas semanas nas matas de Cabo Delgado, norte de Moçambique, chegaram a local seguro e contaram que há muitos corpos abandonados e crianças sozinhas, perdidas no campo. “A situação está descontrolada, há muitas crianças, sozinhas e perdidas nas matas”, referiu Beatriz João, jornalista da Rádio Comunitária São Francisco de Assis, localizada no distrito de Muidumbe.

Dezembro

Ulisses Correia e Silva, o primeiro líder político dos PALOP orador na Web Summit

O primeiro-ministro cabo-verdiano integrou uma lista de mais de oito centenas de palestrantes de todo o mundo na edição 2020 da Web Summit, sendo o primeiro líder político dos PALOP a fazê-lo nesta condição.

Em entrevista exclusiva à Inforpress, no Mindelo, Ulisses Correia e Silva considerou que se tratou de uma participação “muito importante” para Cabo Verde, principalmente “pelas portas que se vão abrir” para que jovens start-ups cabo-verdianas possam ter visibilidade e estar na “maior montra tecnológica do mundo”.

Consistência na redução de casos de covid-19 na Guiné-Bissau sem explicação científica

A Alta-Comissária para a Covid-19 na Guiné-Bissau, Magda Nery Robalo, disse que não há explicação científica para a “consistência de redução de casos” no país e que vai fazer um estudo serológico para perceber quantos pessoas desenvolveram anticorpos. “A consistência da redução de número de casos não sabemos explicar de forma científica, mas pensamos que a maior cadeia de transmissão que terá ocorrido nos picos da pandemia se terá quebrado por medidas de contenção do movimento das pessoas, que teve lugar durante o tempo que foram mantidas as restrições”, afirmou Magda Nery Robalo, em entrevista à Lusa.

São-tomense vence Prémio Príncipe William para a Conservação em África

Hipólito Lima, responsável pelo Programa Tatô e também conhecido como “Pai” das tartarugas, foi um dos destaques da mais recente edição dos Prémios Tusk. Os Prémios Tusk representam uma iniciativa criada pelo Príncipe William, com o intuito de homenagear homens e mulheres que se dedicam à sobrevivência do mundo natural africano. O são-tomense protege as tartarugas marinhas e os seus ninhos há 26 anos. O trabalho consiste na monitorização das praias de nidificação, bem como em atividade de treinamento de guardas locais e capacitação dos guardiões das tartarugas marinhas e líderes de conservação nas comunidades locais.

nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.