Baptista João, o angolano escolhido pela Sony para realizar vídeo de Spider Man: Miles Morales

O angolano Baptista João e a sua equipa têm tido destaque nos últimos dias por terem sido escolhidos pela Sony para realizar o vídeo oficial do jogo Spider Man: Miles Morales da PS5. Conversamos com o realizador sobre o seu início no mundo cinematográfico, a Kamba Films, o trabalho com a Sony e o estado atual do cinema angolano.

Através da sua própria empresa, Kamba Films, o documentarista, que reside em Madrid, desenvolveu o vídeo com com dois amigos espanhóis, Mário Alonso e Manuel Sánchez-Cid, nas últimas duas semanas de dezembro. O “Spider-Man: Miles Morales” é um jogo electrónico de acção e aventura, desenvolvido pela Insomniac Games e publicado pela Sony Interactive Entertainment para a PlayStation 4 e 5. 

Baptista João saiu da “nguimbi” rumo a Espanha para estudar mais sobre a sua área de paixão, o cinema.

“Tudo começou quando ainda frequentava o ensino secundário em Luanda. Ainda em fase de descobrimento, e com a suposta certeza de vir a ser um futuro jornalista”, o cineasta escolheu o curso de Comunicação Social, com o intuito de saber mais sobre a área que queria exercer.

Durante a caminhada, os olhos de João passaram a brilhar mais quando se cruzou com o mundo do cinema. “No IMEL [Instituto Médio de Economia de Luanda] descobri que o que realmente queria fazer era cinema documentário”, disse Baptista.

Durante a sua formação, Batista tornou-se responsável pela equipa universitária de reportagem, que fez a cobertura das eleições presidenciais daquele país. O cargo ajudou-o a criar um networking essencial para crescer nesse universo.

Sobre a sua produtora, a Kamba Filmes, nasceu quando o jovem, com o apoio do seu colega e parceiro, realizou uma curta-metragem de terror intitulada Los Monstros No Existen (Os Monstros Não Existem, traduzido para português) e de seguida, gravaram o aclamado documentário internacional Kizomba Sem Fronteiras.

“Kamba Filmes é o resultado dos trabalhos que temos feito nos últimos cinco anos”, contou-nos o cineasta. Até agora, têm feito sobretudo videoclipes, curtas e documentários. O trabalho mais popular é sem duvida a gravação do vídeo promocional do videojogo Spider Man: Miles Morales para a multinacional Sony Interactive Entertainment.

João indica que o primeiro contacto da Sony foi com intuito de realizar o videoclipe da música de um artista mas, devido à situação pandémica, não aconteceu, mas passou a estar nos radares da empresa.

“Eles contactaram-nos por sermos uma produtora multicultural, por termos pessoas de várias nacionalidades. É um incentivo e promoção da diversidade, porque o jogo reivindica também que um super-herói não pode ser somente branco, por isso que Miles Morales é negro”, explicou Baptista João à BANTUMEN.

Baptista acrescenta que o vídeo, que ainda não tem data de lançamento, vai ter alguns detalhes subentendidos sobre a cultura afro, luta contra o racismo e outros aspetos atuais.

Sobre o cinema angolano, Baptista diz que “estamos num patamar muito baixo não por não termos qualidade, mas por não termos abertura cinematográfica”. O cineasta aponta soluções a regulação do setor e inserção em mercados internacionais. Para isso, “precisam-se de políticas para poder tirar o trabalho de Angola para fora ou para o continente”.

“Muitos pensam que o mundo cinematográfico é simplesmente filmes, e não. O mundo cinematográfico também tem a área política, que é responsável pela verificação de que tudo esteja bem fragmentado. O nosso maior problema é que essa área não está bem controlada”, disse Baptista.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Bruno Dinis