Vitalina Varela | DR

“Vitalina Varela” vai ser exibido no MoMA de Nova Iorque

Vitalina Varela, o filme que conta a história de um casal de imigrantes cabo-verdianos, realizado pelo português Pedro Costa, será exibido no dia 16 de fevereiro no Virtual Cinema, uma programação online do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. Escolhidos a dedo, a experiência irá reunir os melhores filmes do mundo exibidos em festivais e que receberam destaque no mundo inteiro.

“Virtual Cinema” é uma experiência que reúne mais de 12 filmes lançados nos últimos tempos. O evento virtual, além da exibição semanal de cada filme, contará também com uma sessão de perguntas e respostas exclusivas do cineastas em questão.

Entre os mais variados filmes exibidos no mundo inteiro e premiados nos maiores festivais de cinema, o filme Vitalina Varela, de Pedro Costa, recebe destaque ao estar entre a lista dos filmes escolhidos a dedo, pelos curadores do “Virtual Cinema”.

A programação online tem o apoio adicional da Annual Film Found (Fundo Anual de Cinema em português) e conta com a contributo da Contemporary Arts Council of The Museum of Modern Art (Conselho de Arte Contemporânea do Museu de Arte Moderna em português), Association of Independent Commercial ProducersAICP (Associação de Produtores Comerciais Independentes), The Brown Foundation e da The Junior Associates of The Museum of Modern Art.

Além de “Vitalina Varela”, também será exibido o filme brasileiro Bacurau, um faroeste/thriller de Kleber Mendonça Filho e de Juliano Dornelles, lançado em 2019.

Na segunda-feira, a revista Variety, colocou o filme de Pedro Costa como o 19.º na lista de possíveis candidatos para o Óscar de Melhor Filme Internacional e o site Indiewire, dedicado à indústria cinematográfica, atribuiu-lhe a 15.ª posição.

“Vitalina Varela” relata a história verídica de uma mulher cabo-verdiana que viveu a maior parte da sua vida à espera de ir ter com o seu marido, Joaquim, emigrante em terras lusitanas. Chegando três dias após o seu funeral, Vitalina seguiu os escassos vestígios físicos que o marido deixara, descobrindo a sua vida secreta e ilícita.

O filme Vitalina Varela estreou-se em 2019 no Festival de Locarmo, na Suíça, tendo recebido então o Leopardo de Ouro, sendo este o prémio máximo, e Vitalina Varela, a protagonista foi premiada como melhor atriz.

O filme já foi exibido em mais de 50 festivais de cinema, cinematecas e ciclos dedicados a Pedro Costa, sendo premiado em montras internacionais de cinema como o Festival de Cinema de São Francisco nos Estados Unidos, que deu a Pedro o prémio de “Persistence of Vision”.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.