“A Nossa Senhora da Loja do Chinês”, um filme angolano sobre o “poder da presença”

A Nossa Senhora da Loja do Chinês é a primeira longa-metragem de ficção do realizador angolano Ery Claver, que tem a produção da Geração 80. O filme já se encontra em fase de gravação e tem o lançamento previsto ainda para este ano.

O filme retrata a história de Domingas, uma mulher que carrega um sentimento de amargura pela perda da única filha e vê-se aterrorizada com o ressentimento de perder agora o seu companheiro.

Sendo uma mulher cristã e com vontade de reconstruir o seu lar, Domingas decide então comprar aquela que é chamada de “novidade do bairro”, uma pequena estátua de plástico da Virgem Maria, vendida na loja do chinês, Zhang Wei.

“Há muito que queria fazer um filme centrado no poder. O que se esperava era que narrasse o poder político, ou o poder do Estado, mas não era sobre isso. Eu queria falar sobre o poder da presença, mesmo quando a presença não é mais física. Para mim, a família condensa tudo, as relações de poder universais da natureza humana, os aspectos universais do homem e mulher angolana”, explica Claver em comunicado enviado à redação.

Na parte técnica, A Nossa Senhora da Loja do Chinês conta ainda com Kamy Lara como assistente de realização, Rossana David na direção de produção e Sílvio Nascimento como produtor executivo. A música original do filme ficou à responsabilidade de Jorge Mulumba.

Ery Claver iniciou a sua carreira como camera man, emprestando as suas habilidades para inúmeros programas e documentários televisivos. Na Geração 80, aprofundou o seu estilo como Diretor de Fotografia, trabalhando para filmes como Havemos de Voltar, de 2017, uma curta realizadas por Kiluanji Kia Henda.

A Geração 80 carrega na sua bagagem 10 anos de experiência no sector audiovisual e cinema em Angola, foca-se em filmes independentes e de autor nos variados formatos e géneros, tendo já levado o nome de Angola e da lusofonia a mais de 50 festivais internacionais de cinema, como o de Roterdão, New Horizons na Polónia, entre outros.

Com Para Lá dos Meus Passos, a produtora venceu o prémio de Melhor Documentário no San Francisco Dance Film Festival 2020 e Ar Condicionado, foi premiado como Melhor Filme na categoria Science New Wave, no Imagine Science Film Festival, e Melhor Longa Metragem de Ficção no International Film Festiva Innsbruck.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Bruno Dinis