Jay-Z vende TIDAL e Ace Of Spades e aumenta fortuna

A Tidal agora tem novo dono, a empresa de Jack Dorsey, Square, uma empresa de serviços de ponto vendas. A empresa foi comprada a 297 milhões de dólares e Jay Z também passará a fazer parte do conselho da Square.

Uma semana após de ter vendido metade da sua empresa de champanhe, Armand de Brignac (Ace Of Spades), para a Möet Hennessy da LVMH, Hova acaba de aumentar mais pilha de dinheiro ao vender a TIDAL por 297 milhões de dólares ao dono da rede social Twitter, Jack Dorsey.

A transação avaliou a Tidal por 450 milhões de dólares e garante que os “acionistas artistas” da empresa irão continuar a ter uma participação monetária, sendo que Jay terá também uma pequena percentagem.

“A Square e a Tidal continuarão a capacitar os artistas e a criar uma indústria musical mais sustentável, colaborativa e benéfica”, disseram as empresas num comunicado sobre o acordo.

Dorsey também fez um tweet que dizia que a ideia de negócio com Jay começou como algo “simples”, de forma a “encontrar novas maneiras dos artistas apoiarem o seu trabalho”.

“Considerando o que a Square tem sido capaz de fazer, acreditamos que agora podemos trabalhar para que os artistas tenham o mesmo sucesso para eles e para nós”, acrescentou em outro tweet.

Jay-Z é conhecido por ser um dos poucos rappers bilionários e negros que apela em suas músicas ao gasto consciente e sábio, como meio para se atingir os seus objetivos.

Fazendo jus ao que tanto diz, Hova ganhou um montante estimado em 760 milhões de dólares só em investimentos.

Com esses ganhos, Jay-Z passa a ter uma fortuna avaliada em 1.4 biliões de dólares norte-americanos, continuando na lista dos únicos sete bilionários negros nos Estados Unidos da América.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com

nv-author-image

Bruno Dinis

Carrego a cultura kimbundu nas minhas veias. Angolanidade está presente a cada palavra proferida por mim. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, por tanto, não seja recluso da ignorância.