BANTUMENPodcast: “Se eu não estiver bem-disposto não gravo”, Castilhadas

O número e a qualidade de youtubers angolanos está em franco crescimento. Emanuel Castilho é um reflexo desse progresso digital. Conhecido como Castilhadas, o jovem, natural do Namibe, vive atualmente em Portugal e esteve à conversa com a BANTUMEN sobre como traça a sua atividade no mundo virtual, as suas motivações, o processo de criação de vídeos e personagens e como é a interação com outros youtubers.

Tímido, porém bastante comunicativo, Castilhadas começou a criar conteúdo vídeo em 2016, por influência dos amigos, mas a área de atuação era diferente da atual. Se antes, estava mais virado para assuntos do mundo dos jogos virtuais, gameplay, hoje, Emanuel deixa fluir a sua vertente humorística.

Com cerca de 80 vídeos publicados, Castilho só publica quando o vídeo tem a qualidade que pretende e se não estiver bem disposto não grava, por forma a não comprometer a sua representação, visto que tudo o que faz é espontâneo, sem a necessidade de escrever um roteiro.

Na entrevista, o youtuber também mostrou que com pouco material é possível criar bom conteúdo multimédia.

Ouve este novo episódio da BANTUMENPodcast no Spotify, SoundCloud ou Apple Podcast e descobre como o público também dá o suporte financeiro a Castilhadas para conseguir comprar o seu material multimédia e como os vários youtubers angolanos se relacionam.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

nv-author-image

Bruno Dinis

Carrego a cultura kimbundu nas minhas veias. Angolanidade está presente a cada palavra proferida por mim. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, por tanto, não seja recluso da ignorância.