Kiba The Seven
DR

Com mais de 1 milhão de streams, Kiba The Seven a nova sensação de Moz

Kiba The Seven apareceu no radar do rap lusófono em 2019, através do Cypher 16 Bars Challenge, organizado por EllPuto, e foi com “Puto Chato” (2020), com Djimetta, que despertou a atenção do movimento hip hop moçambicano. Rapper, compositor, youtuber e videomaker, Kiba é um nome da nova escola a reter e vais descobrir o porquê neste episódio da BANTUMENPodcast.

As suas primeiras aparições públicas aconteceram no cypher 16 Bars Challenge do YouTube, organizado por EllPuto.

Em conversa com Eddie Pipocas, Kiba conta que a vontade de rimar e de brincar com palavras é inata e que, antes do boom por causa do 16 Bars Challenge, já tinha no seu repertório cinco músicas, embora pouco conhecidas na altura.

Entretanto, já com um EP no mercado, Kiba acredita que a sua carreira começou de verdade depois de lançar “Puto Chato” com DJimetta, em fevereiro de 2020, e por ser uma cena diferente dentro do movimento moçambicano e, principalmente, por causa do refrão, que diz “O único G que respeito no rap é o Hernâni e o resto fuma mbangue [liamba]”, acabou por chamar a atenção do público. Atualmente, Kiba já acumula mais de um milhão de streams no SounCloud e uns tantos milhares nas restantes plataformas.

Além do seu inquestionável talento, Kibas acredita que o facto de ser albino é um factor que pode dar-lhe alguma vantagem, ao contrário do que se poderia pensar, visto que a sua condição é ainda motivo de discriminação em alguns pontos de Moçambique. “O facto de ser albino eu acho que me ajudou mais do que prejudicou. O que leva um fã a [gostar de] um artista é a diferença. Se tu fores a ver, todo o artista tem uma cena só dele… tem uma cena que o identifica. Já recebi discriminação mas não como artista, não dentro do rap. Falei com outros jovens albinos e dizem-me ‘é maningue [muito] nice o que estás a fazer’ porque estás a mostrar que é possível. Independentemente das dificuldades, é possível as coisas acontecerem”.

Também neste episódio de podcast, Kiba fala sobre o suposto monopólio de alguns rappers dentro do movimento moçambicano; a liberdade que os rappers hoje sentem para criar e quebrar as limitações imaginárias criadas à volta do rap; os seus objetivos e o top cinco dos artistas que mais aprecia a nível nacional e lusófono.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Mauro Aghuas

Pai de 2| Linux entusiasta| Fã de Cazuza | amante da cultura Hip-Hop e apaixonado por festivais de Rock em Angola