MISA

MISA, do universo Arte, onde a musa Música tem forma de poesia visual

MISA é um duo recente e bastante promissor no panorama musical lisboeta. Composto por Miguel e Sara, dois artistas independentes de raízes angolanas e portuguesas, cujo grande propósito é criar e servir a arte, com autenticidade e pureza.

“Música pela arte e não primeiramente pelo business”, declaram. A dupla tem fundido os seus mundos e criado um universo próprio. Nesse processo de construção da identidade artística afirmam não ter um estilo musical definido pois tudo pode acontecer nesse universo.

Miguel ou Mike Rasdom é o produtor, criador sonoro, que bebe das influências que tem do Reggae, Hip Hop, Jazz e Caribbean Music. Já Sara Juliana, vem de uma onda indie, Soul, Jazz e RnB, tem o dom da voz e escreve as letras.

O EP de estreia, Quiet Storm (Tempestade Calma), anunciado em 2020 e que será lançado brevemente, já conta com dois singles – “Piece of Mind” e “Flow Away” – e um “introlude”, três vídeos disponíveis, que introduzem claramente uma linha de expressão MISA: visuais que dão corpo às letras e às sonoridades. 

Piece of Mind (Paz de espírito) é uma tela que nos demonstra bem “as cores” MISA e Flow Away (Fluir para longe) é o mais recente single. Uma música que retrata uma jornada de introspecção, de auto-descoberta, com maior foco no percurso do que na chegada. Representado ainda por um congelamento ou estagnação, que pelo caminho vai descongelando, ganhando espaço, desabrochando como as flores, procurando uma luz.

A conceptualização, direção e realização é dos próprios e algumas peças do vestuário foram feitas à mão por Sara (Sáju project). Este é também um vídeo que nos presenteia com uma bela memória da era do sucessor do Walkman: o Discman, produto lançado nos anos 80, um ícone para muitos amantes de música.

Ao apreciar o trabalho dos MISA, percebemos que há um deleite musical e visual, cada vídeo é uma experiência, um estímulo para fluir em cada detalhe da vibe MISA. Os dois artistas combinam perfeitamente a música com as suas áreas profissionais, fotografia e vídeo.

Estrearam-se juntos em 2019 no palco principal do Festival Iminente, em Lisboa, curiosamente ainda sem nome, mas ali puderam experimentar diante de um público a conexão criativa que têm tido desde 2017. Uma orgânica cumplicidade que pretendem partilhar em outros palcos.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com

nv-author-image

Janeth Tavares

Noiva da Palavra. Sou da moda antiga, escrevo-lhe cartas de amor com a luz: fotografo; para dar valor e fazer valer cada frame da minha vida. Da Medicina Chinesa fui para Jornalismo, tudo a ver. A ver com a mescla que me assiste ou não fosse eu uma criola. Faço muitas coisas, que extrapolam este limite de palavras, mas isso pouco interessa, se não para me indagar no meu propósito. Acredito que valemos mais pelo que somos do que pelo que fazemos. E sim, falo de nós. Amo nós de nós. E falando de nós, falo de mim.