Paulo Flores conta-nos as histórias que compõem a História de Angola em “Independência”

Paulo Flores lança esta sexta-feira, 30, o novo álbum Independência, cujo concerto de apresentação está agendado para 21 de maio, no Coliseu de Lisboa. Para assinalar este lançamento, o músico e compositor estreia também o vídeo do novo single  “Jeito Alegre de Chora”.

Paulo Flores é um dos maiores nomes da música popular de Angola, embaixador do semba no mundo e nome respeitado por várias gerações de músicos, graças aos vários trunfos que colecionou ao longo de mais de 30 anos de carreira. Da sua voz de ouro solta-se outra perspetiva de uma língua que é muito mais vasta do que por vezes se admite. Por essa voz passa outra perspetiva da própria História de Angola, talvez não a dos livros mas a História que se faz das pessoas que na rua não esqueceram as suas memórias, carregando-as em tudo o que fazem. Paulo Flores é a voz dessa História e desse povo.

E por essa razão, o artista lança este novo projeto numa celebração da Independência de Angola, cujo 45.º aniversário foi assinalado no passado dia 11 de novembro, data que inspira a canção “Amanhã (11 de novembro)”. Esse é também o mote para um espetáculo que terá lugar no Coliseu de Lisboa, no próximo dia 21 de maio.

No palco, Flores será acompanhado por músicos como Prodígio, Yuri da Cunha, em “Njila ia Dikanga”, e Manecas Costa, “um dos expoentes musicais da Guiné-Bissau”, na canção “Si Bu Sta Dianti da Luta”.

Com cerca de duas dezenas de títulos numa das mais celebradas discografias de Angola, o novo trabalho que inspira esta apresentação ao vivo é especial. As canções de Flores falam uma verdade que toca fundo no coração de todo um povo, que carregam alguma saudade mas também traduzem visões para o futuro, que exaltam a liberdade e a fraternidade, a harmonia, sempre com um balanço próprio, puramente angolano, mas que sabe acercar-se da canção tropical brasileira ou até da dolência do fado.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.