+clicado

Os artigos mais clicados | 25 abr a 1 mai

Neste domingo, começamos o top dos mais clicados com a notícia de que Chloe Lopes Gomes foi readmitida e vai ser indemnizada depois de ter sido dispensada do Staatsballett de Berlim, por decisão judicial. No segundo lugar ficou o nosso artigo sobre a aposta de Cabo Verde no desenvolimento digital, seguindo-se a entrevista à lutadora Katiúscia Yasmira Dias; a apresentação da performance “Preta” de Gio Lourençoe por fim, o podcast com Nelson Freitas

Chloe Lopes Gomes vai ser indemnizada e readmitida no Staatsballett de Berlim

Depois de um processo judicial e uma polémica que fez estalar o tema sobre a falta de diversidade nas renomadas companhias de bailado, Chloe Lopes Gomes, bailarina francesa de origens cabo-verdianas, do Staatsballett de Berlim, terá o seu contrato prorrogado por um ano e receberá uma compensação financeira.

Cabo Verde quer um lugar no pódio da inovação digital em África

O continente africano, apesar dos efeitos da pandemia de covid-19, está em plena expansão económica. O Banco de Desenvolvimento Africano (BAD) previu que, em 2021, o continente vai progressivamente desenlaçar-se da recessão de 2020 – a pior dos últimos 50 anos – com uma previsão de crescimento do PIB de cerca de 3,4%.

“Quero e vou ser a melhor faixa preta do mundo”, Katiúscia Yasmira Dias

Quantos títulos são muitos títulos? Provavelmente não há um limite, pelo menos, não para a atleta guineense de 28 anos e lutadora de Jiu Jitsu, Katiúscia Yasmira Dias, conhecida como “Yas”. Cinturão negro na modalidade, a sua trajetória ja conta com numerosas medalhas e prémios. É 36 vezes campeã de Portugal, três vezes campeã da Europa, duas vezes campeã mundial de 90 quilos, cinco vezes Naga Belt, entre outros títulos.

Gio Lourenço leva “Preta” à Bienal de Arquitetura de Veneza

Gio Loureço, ator angolano a viver em Portugal, vai apresentar a performance Preta, no Pavilhão da Holanda na 17ª Bienal de Arquitetura de Veneza. O evento arranca no dia 22 de maio, subordinado ao tema “Como viveremos juntos?”, depois de ter sido anulado no ano passado devido à epidemia.

“Quero ser recordado como a Cesária Évora”, Nelson Freitas no BANTUMENPodcast

Se o início deste artigo fosse uma música, provavelmente seria “Bo É Nha Melodia”, do álbum Magicde Nelson Freitas, remetendo-nos ao ano de 2006, altura em que o artista lançou o seu primeiro disco a solo. Altura também em que a Kizomba se mostrava dona de si e marcava o seu lugar no mercado músical à volta do mundo, e sobretudo em Portugal.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com

nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.