MIRA KING

Mira King lança “Granda Ressaca” para nos lembrar dos “bodas” pré-pandemia

Mira King saiu de Angola para rumar a Portugal, em 2003, tinha na altura 11 anos. Hoje, a viver em Londres, o cantor de afrobeat quer ampliar a popularidade que já teve ao lançar hits como “Paculamento”, “Toca Dj”, “Pemba” e “Batukada”.

Vindo das “Cs” do Bairro Nelito Soares, no Rangel, King passou pela Quinta do Conte, onde deixou fluir a sua essência artística. Foi no seu sótão que começou as primeiras produções, empurrado também pela herança artística que lhe foi passada pela família. Essas primeiras experiências começaram com os grupos Staff da Kebrada, em 2008, e logo de seguida com os FlowBoyz, com quem acabou por ganhar algum destaque.

Entretanto, acabou por preferir continuar a carreira a solo e, com o apoio do seu produtor Dotorado Pro, entregou-se de corpo e alma ao afrobeat. Nessa altura, a dupla fez com que “Pemba”, na sua versão remix, voltasse a “bater”, com vários DJs e bailarinos a divulgarem a música a nível internacional.

Entretanto, já com 24 anos, em 2017, Mira King decidiu que estava na hora de ir à procura da estabilidade financeira que poderia suportar o lançamento da sua carreira. Essa confiança no seu potencial surgiu quando uma das suas músicas foi utilizada pelo canal “Petit Afro Official” e o vídeo chegou a mais de 13 milhões de visualizações. Esse feito fê-lo ver o quanto poderia alcançar.

Agora, Mira lançou “Granda Ressaca”, produzida por D’Cantwo Júnior, que invoca memórias de grandes “bodas” de noitadas em discotecas, de uma época pré-pandemia. O objetivo é levar o público à mesma vibe de antigamento e pôr toda a gente a dançar.

Os próximos passos do cantor são continuar a divulgar o novo single a encontrar um manager que tenha a sua visão artística e que possa dar continuidade e relevo ao que Mira King feito sozinho.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.