Zamalek SC

Zamalek, o grande vencedor da primeira edição do BAL

Zamalek (Egito) derrotou este domingo, 30, o US Monastir (Tunísia) por 76-63, vencendo assim o campeonato inaugural da Basketball Africa League (BAL). O evento aconteceu na Kigali Arena, no Ruanda, e foi transmitido para 215 países, em 15 idiomas.

O clube do Cairo integrou o grupo C e bateu todos os seus adversários. Na fase de grupos da liga, venceu os moçambicanos do Ferroviário de Maputo por 71-55; o Douanes por 86-62; e os GS Petroliers por 97-64. Nos quartos de final, bateu a FAP dos Camarões por 82-53; e nas meias finais, o Petro de Luanda por 89-71.

Fundado em 1911, o Zamalek é a segunda equipa desportiva mais bem sucedida do Egipto, sendo superada pelo Al Ittihad que tem na sua bagagem 25 títulos ganhos.

O Presidente da BAL, Amadou Gallo Fall, presenteou Zamalek com o Troféu do Campeonato BAL projetado para representar a árvore baobá, também conhecida como embondeiro, nativa do continente e conhecida como a “árvore da vida” por fornecer comida, água, abrigo e proteção para pessoas e animais.

Esta primeira edição do BAL prestou também tributo a lendas da NBA pioneiras em África, como Hakeem Olajuwon (Nigéria), Dikembe Mutombo (República Democrática do Congo) e Manute Bol (Sudão do Sul), criando prémios com o nome dos jogadores: MVP Hakeem Olajuwon BAL, Prémio Dikembe Mutombo BAL de Jogador de Defesa do Ano e o Prémio Desportista Manute Bol BAL.

Os vencedores dos prémios foram selecionados por um painel de jornalistas desportivos, locutores e olheiros da NBA presentes, com os indicados recebendo três pontos por uma votação de primeiro lugar, dois pontos por uma votação de segundo lugar e um ponto por uma votação de terceiro lugar. Os 12 treinadores principais da BAL votaram no Prémio Desportista Manute Bol BAL. Os treinadores não podiam votar em jogadores da sua própria equipa. Tanto a fase de grupos do BAL quanto os Playoffs foram considerados como parte do processo de votação.

Walter Hodge (Zamalek) foi eleito o jogador mais valioso, depois de conduzir a sua equipa a um recorde invicto de 6-0, com médias por jogo de 15,5 pontos, 5,7 assistências e 5,0 ressaltos.

Anas Osama Mahmoud (Zamalek) foi nomeado o Jogador Defensivo do Ano Dikembe Mutombo BAL depois de registar médias por jogo de 6,7 ressaltos e 2,8 bloqueios.

Makrem Ben Romdhane (US Monastir) recebeu o Prémio Desportista Manute Bol BAL por exemplificar os ideais de espírito desportivo e camaradagem.

Olajuwon tornou-se no primeiro jogador de África a ser convocado para a NBA, quando foi selecionado em primeiro lugar no Draft de 1984 pelo Houston Rockets. O duas vezes campeão da NBA e indicado ao Muro da Fama também foi nomeado MVP da liga em 1993-94, quando levou o Rockets ao primeiro título da franquia da NBA. Mutombo ganhou o recorde de quatro prémios de Jogador Defensivo do Ano da NBA e foi selecionado para a Equipa All-Defensiva da NBA seis vezes durante a sua carreira no Hall da Fama. Bol, que faleceu em 2010, teve uma carreira de 10 anos na NBA como pivô de 7-7 e é reconhecido como um dos mais imponentes bloqueadores da sua geração.

Os campeões das ligas nacionais de Angola, Egito, Marrocos, Nigéria, Senegal e Tunísia ganharam a sua participação na temporada inaugural do BAL. As seis equipas restantes, que vieram da Argélia, Camarões, Madagascar, Mali, Moçambique e Ruanda, garantiram a sua participação por meio de torneios de qualificação BAL conduzidos pelo Escritório Regional da Fiba para a África em todo o continente no final de 2019.

O angolano Petro de Luanda consegui terminar o torneio em terceiro lugar ao vencer a equipa da casa, Rwanda Patriots, por 97-68. Quanto ao Ferroviário de Maputo, terminou o seu percurso nos quartos-de-final, derrotado pelos Rwanda Patriots, por 73-71.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

BANTULOJA
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.