Nos últimos anos, ter barba voltou a estar na moda. Desde que o mundo é mundo, que os pêlos na cara estão associados a masculinidade, virilidade, sabedoria ou apenas estilo. Fomos à procura de alguns factos interessantes sobre o assunto, que provavelmente desconhecias. Ora lê abaixo.

– Os primeiros indícios dos cuidados com a barba surgiram quatro mil anos antes de Cristo, no Egipto, quando encontraram navalhas, pinças, e hieróglifos com explicações de uso;

– A barbearia virou ponto de encontro de homens para conversar e ouvir notícias em 1100 AC devido aos romanos. Apesar da ideia de fazer a barba com a chamada navalha romana, um tipo de lâmina, ser um pouco perigosa;

– Um homem passa, em média, 139 dias (3.350 horas) da sua vida a cuidar da sua barba;

@Yamon Figurs

– A pogonofobia é o medo de… barbas. De acordo com a psicologia este é um medo que pode surgir na infância, com base em monstros e personagens peludos;

– A barba cresce entre 125mm a 150mm por ano. Isso significa 0,0000005 centímetros por segundo (cerca de 5 nanômetros/segundo). E elas crescem mais no verão. Um dos motivos é o aumento da circulação sanguínea.

– Na Grécia antiga, a barba era um sinal de status, força, coragem e sabedoria. Os espartanos, por exemplo, raspavam o rosto daqueles que eram considerados covardes. Até hoje, a barba é ainda vista no país como um sinal de virilidade.