A galeria ELA – Espaço Luanda Arte será a como única representante de Angola na Feira de Arte e Design AKAA (Also Known as Africa), em Paris, França, entre os dias 9 e 11 de novembro. Trata-se da única feira de arte em França dedicada à arte contemporânea e ao design do continente africano.

Este ano serão 44 galerias a estarem presentes, sendo o ELA uma delas no stand C13, num projeto coletivo com mais de 12 obras de quatro artistas angolanos, de duas gerações: António Ole,Kapela e Van e Ricardo Kapuka, um dos artistas mais excitantes a emergir no panorama artístico angolano nos últimos anos.

“A nossa proposta justapõe os trabalhos de três mestres vivos e um artista emergente e recria novamente depois da Feira de Joanesburgo, um diálogo inter-geracional de artistas residentes em Angola. Por um lado, António Ole, Kapela e Van irão mostrar serigrafias e desenhos, que servem como âncoras físicas e conceptuais, explorando temas da memória, abstração formal, realidade e surealidade, cultura e materialidade. Por outro lado, Ricardo Kapuka irá apresentar um trabalho sob pano africano e um vídeo, cujas narrativas expandem todos estes temas e mais, lançando perguntas sobre identidade e sujeito. Enfim, um colectivo de trabalho que estimula um diálogo entre várias gerações Angolanas, no espaço e no tempo”, declara Dominick Maia Tanner, director geral do ELA.

Esta é a terceira presença do espaço ELA na cidade das luzes, onde esteve em março de 2017, na 19a edição da feira Art Paris Art Fair e em novembro de 2017 na 2a edição da feira AKAA.

AKAA, nas palavras de Victoria Mann, fundadora e directora do projecto, é uma “África pluralista” e esta primeira edição coloca em evidência a “liberdade artística e de expressão”.

“Os artistas africanos contemporâneos estão a inverter as tendências e os preconceitos que durante muito tempo se tornaram numa barreira contra o seu próprio reconhecimento. Por ora, o olhar do mundo da arte está a caminhar em direcção  à criação artística contemporânea africana, criando um movimento positivo No qual AKAA quer juntar as suas forças. As 30 galerias e  123 artistas presentes estão a testemunhar o reconhecimento internacional deste cenário  contemporâneo que ganhou finalmente o seu lugar em Paris, e que terá um encontro anual”, explicados Victoria.

Recorda aqui a cobertura da BANTUMEN da primeira edição da feira de arte AKAA, em Paris.