PUBLICIDADE

BantuLoja

E assim foi o #MIA23

30 de Novembro de 2023
E assim foi o #MIA23

Partilhar

Ao longo do mês de Novembro, a BANTUMEN, assinalou a segunda edição do Mês da Identidade Africana (MIA) em Portugal com diferentes eventos pela capital lisboeta.

O #MIA2023 é uma iniciativa que chega a Portugal inspirada pela tradição já estabelecida nos Estados Unidos, Brasil, Reino Unido e em diversos outros países. Este mês de celebração tem como objetivo o empoderamento da comunidade, de dentro para fora, e destacar as vidas e histórias da presença afrodescendente no contexto geográfico português.

Além de uma cobertura editorial exclusiva, através de entrevistas, reportagens e roteiros, promovemos uma série de eventos culturais por Lisboa, com o propósito de promover a arte e talento de uma nova geração de artistas e artivistas.

Ao todo, foram seis eventos distintos.

  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Boddhi Satva no MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Ary Rafeiro no MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • MIA23, exposição de Funda, na Safra | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Alex D'Alva Teixeira | MIA23 ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN

No dia 7 de novembro, a galeria Safra, no Lumiar, recebeu a inauguração de uma exposição de Alberto Funda. O artista visual, residente da Galeria Makamba, trabalha sobretudo com técnicas de colagem, areia e acrílico sobre tela e em narrativas que espelham vivências do quotidiano.

  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Telma Tvon e Eddie Pipocas, Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Phoenix RDC e Eddie Pipocas, Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN
  • Poesia do Renascimento, com Telma Tvon e Sani Dubois, MIA 23 | ©Cláudio Ivans Fernandes/BANTUMEN

Ainda na Safra, no dia 9 de novembro, a bailarina Sani Dubois e a rapper e autora Telma Tvon apresentaram a Poesia do Renascimento. A performance de dança e spoken word criada especialmente para este evento, refletia sobre identidade, mulherismo, africanidade, empoderamento e renascimento. 

Filipe Anjos, cineasta e membro-fundador da Santano Productions, coletivo de cineastas com origens nos PALOP, foi o anfitrião de uma sessão de cinema, com a exibição de quatro curtas-metragens sobre questões sociais prementes, seguida de uma conversa sobre as mesmas. O evento aconteceu no dia 15 de novembro, no magnífico Hotel Selina Secret Garden.

No dia seguinte, 16, no mesmo espaço e horário, seguiram-se as sessões de cinema com Renata Torres e Fábio Silva. Renata apresentou Parto Rosa, o seu filme de estreia enquanto realizadora e que aborda problemas comportamentais de um casal e da própria sociedade predominantemente machista e misógena. A película é inspirada no seu monólogo teatral, com o mesmo título, que esteve em palco durante cinco anos, em Angola. Quanto a Fábio Silva, de origens cabo-verdianas, apresentou Fruto do Vosso Ventre, que navega entre filmagens anteriores ao seu nascimento, da sua infância e adolescência. As imagens captadas pelo pai foram descobertas já em idade adulta por Fábio e deram início a uma investigação sobre a história dos seus pais, para tentar compreender o trauma que viveu durante toda a sua vida.

A convite da plataforma Gerador, a BANTUMEN fez a curadoria da conversa “Ainda o Lusotropicalismo?”, com a moderação da jornalista Marisa Mendes Rodrigues. Os convidados foram Celestino Bastos, co-fundador do movimento social BISO; Beatriz Neves, jornalista; e Ruben Sanches, fundador e dinamizador da Associação Efeito Dominó.

No dia 25 de novembro, fomos até à biblioteca do Goethe-Institut para ler os livros de estreia de Nuna e Vânia Vanessa Vaz. Também aprendemos como criar a curiosidade da leitura nos mais pequenos com Lúcia Correia. Os convidados especiais desta sessão de leitura foram as crianças!

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para redacao@bantumen.com.

bantumen.com desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile