PUBLICIDADE

BantuLoja

UNA e Alkantara criam Terreiro para fortalecer laços entre artistas negros

25 de Agosto de 2023
UNA e Alkantara criam Terreiro para fortalecer laços entre artistas negros

Partilhar

Na procura contínua por espaços de convergência que valorizem a riqueza das expressões artísticas e culturais, a organização portuguesa União Negra das Artes está a liderar um evento transformador em parceria com o espaço Alkantara, em Lisboa. Nos dias 16 e 17 de setembro de 2023, será realizado um ciclo de formações destinado à criação do Terreiro – Laboratório de Rituais, como foco na comunidade artística negra em Portugal.

A iniciativa quer explorar práticas rituais como manifestações artísticas e culturais, destacando a importância da interação, diálogo e partilha de conhecimentos, fortalecendo os laços na comunidade artística negra em Portugal e profissionais antirracistas do sector cultural português, através de formações e conversas.

O Terreiro apresenta-se como um espaço de encontro para artistas, pesquisadores e indivíduos interessados na exploração das práticas rituais como formas de expressão, através de diversas manifestações, como performances, filmes, poesia e outras formas de arte.

Fundamentando-se na filosofia ancestral de Sankofa, o Terreiro propõe-se a compreender as dinâmicas circulares que permeiam o passado, presente e futuro. Sankofa, um princípio que nos incentiva a olhar para trás com o propósito de avançar com sabedoria, inspira o Terreiro a explorar as raízes e tradições culturais para alimentar a criação artística e o diálogo contemporâneo.

Um destaque do evento é o acrónimo FUBU – “For Us By Us”, que norteia os encontros agendados para os dias 16 e 17 de setembro. Esses encontros são direcionados especificamente para pessoas negras dentro das comunidades artísticas em Portugal. O objetivo é proporcionar um espaço seguro e inclusivo, onde indivíduos possam compartilhar experiências, explorar suas identidades culturais e colaborar na criação de obras significativas.

No dia 17 de setembro, a programação abre portas ao público em geral a partir das 16h, num momento simbólico que pretende ser um ponto de partida para a construção de sinergias que desafiem os paradigmas que perpetuam o patriarcado, o racismo e os padrões culturais dominantes que emergem do sistema histórico de branquitude.

Para aqueles que desejam participar da iniciativa, deverá preencher o formulário de candidatura até ao dia 5 de setembro. Os resultados serão anunciados a 12 de setembro.

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para redacao@bantumen.com.

bantumen.com desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile