Tânia Jesus

3 POSTS 0 COMENTÁRIOS
"Nasci no ano que o telescópio Hubble foi lançado. Mas, à medida que ele comprovava que "lá em cima há planícies sem fim", mais eu acreditava que cá em baixo há um mundo por contar. Nos últimos anos, tenho-me dedicado a contar estórias de, e sobre, os PALOP. Ser jornalista é a minha paixão, o sonho é contribuir para um mundo mais justo. Vamos a isso?"
Patche di Rima

Há uma nova Guiné-Bissau e Patche di Rima faz-lhe as honras da casa com...

Com uma carreira de cerca de 20 anos de muita música e estrada, Patche di Rima é unanimemente considerado um dos maiores artistas da atual geração de cantores e compositores guineenses e...
Seco Sidibé

Seco Sidibé assume-se como “um soldado do povo” e não desiste das crianças da...

Cerca de 60% da população da Guiné-Bissau tem menos de 24 anos de idade. Mas, na casa-mãe da democracia a participação e a representatividade dos jovens é uma ilusão. Dos 102 deputados...
Sandro Sussuarana

Sandro Sussuarana: “[O Brasil] promove a ‘caça’ a nós, pretos, de forma direta”

Sandro Sussuarana é poeta, produtor cultural, idealizador do projeto Sarau da Onça, membro do Grupo Recital Ágape e professor na Associação de Capoeira Anjos do Berimbau.   Diz que...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS VISTOS