Nos anos 70, por pressão dos clérigos fundamentalistas, a Arábia Saudita proibiu a exibição de filmes nas salas de cinema. Cerca de 35 anos depois, o país vai voltar a exibir filmes e o primeiro será… Pantera Negra. Além de entrar no top 10 das maiores bilheterias de todos os tempos, Pantera Negra está assim prestes a fazer história novamente.

A decisão faz parte de um novo pacote de medidas económicas e sociais impostas pelo príncipe herdeiro Muhammad bin Salman, que tem vindo a dar provas de ter uma mente aberta. O país voltará assim a ter salas de cinema a funcionar e o primeiro filme a ser exibido será justamente o novo clássico da Marvel. Entretanto, cerca de 40 cinemas serão inaugurados nos próximos quatro anos.

Contudo, há um senão. A agência Reuters escreve que os filmes deverão sofrer censura do governo, podendo ter partes cortadas. Apesar de marcar o recomeço do cinema, Pantera Negra não será o primeiro filme a ser exibido após a proibição: no ano passado, The Emoji Movie – que ganhou este ano um Razzie de pior filme – foi exibido para o público saudita.