A revista Surface, o supra-sumo norte-americano do design contemporâneo, apresenta uma história de capa detalhada sobre o lendário designer e estilista Dapper Dan.

Durante os anos 80, a Dapper Dan’s Boutique em Nova Iorque criou roupas com uma mistura pioneira de streetwear e alta costura. Essas peças feitas sob medida geralmente apresentavam uso não licenciado de logotipos e padrões de designers. A loja fechou em 1992, depois de ser invadida por agentes anti-falsificação. Dapper Dan acabou por ficar fora dos holofotes. Depois de vários anos na sombra, o designer voltou no ano passado e agora fez uma parceria com a Gucci para relançar seu atelier no Harlem.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Dapper Dan (@dapperdanharlem) a

Na extensa entrevista, o ícone da moda fala sobre as suas criações, a sua descoberta da alfaiataria africana e a influência nos seus projetos, as suas técnicas autodidatas e sobre vestir uma clientela de elite como LL Cool J. E sobretudo, da parceria com a Gucci, na coleção “Dapper Dan-Gucci” lançada este ano.

“Esta é a primeira vez na minha vida que eu posso ser criativo fora do underground, sem me preocupar se vou aborrecer grandes marcas”, disse Dapper Dan à Surface. “Espere até eu terminar de escrever o capítulo. E não estou a falar sobre o livro. Estou a falar sobre as coisas que vou fazer a partir de agora – porque agora eu tenho uma voz.”