É verdade. Há um novo estudo britânico, publicado no Lancet Medical Journal, que indica que beber álcool além da dose recomendável pode encurta a esperança média de vida em dois anos para um adulto na casa dos 40.

Dos 83 estudos feitos em 19 países, com 600 mil consumidores de álcool, foi concluído que  perto de metade dos participantes consome mais de 100 gramas por semana, aumentando o risco de morte precoce. Por exemplo, com 40 anos, se consumires 200 gramas de álcool por semana, estás a reduzir a tua esperança média de vida em seis meses. Portanto o ideal é ficares-te no máximo por um limite de cinco copos de 175 ml, por semana.

Os malefício do “copo a mais” podem ser equiparados aos do consumo de tabaco, que pode levar a ataques cardíacos ou desenvolvimento de aneurisma.

Os investigadores deste estudo chamam ainda a atenção para o facto de alguns países terem limites de consumo de álcool muito superiores ao recomendado neste estudo. É o caso dos Estados Unidos, Itália, Espanha e Portugal.