Com o objectivo de destacar os mais relevantes no campo das artes, sem limites, fronteiras ou rótulos estáticos, nasceu o ID – NO LIMITS. Com uma programação focada no que de mais contemporâneo e intemporal existe no espectro da música eletrónica e urbana.

Cascais em Lisboa foi o palco escolhido para acolher este novo festival que terá estreia em 2019, nos dias 29 e 30 de Março no Centro de Congressos do Estoril. Os primeiros nomes já foram anunciados pela Live Experiences, como Madlib, Dino D’Santiago, IAMDDB, Arca, Kamaal Williams, Moullinex, DJ Nigga Fox, Shaka Lion, Xinobi, Rui Maia, Meera, DJ Progressivu e DJ Dead End. Mais artistas serão conhecidos brevemente.

ID - NO LIMITS
Cartaz ID – NO LIMITS

Como uma nova aragem, o ID é um festival que quer trazer música para todos, principalmente para os jovens, para a classe universitária, sendo Cascais uma “zona” jovem e agora cada vez mais, com o novo campus da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa.

Podes ouvir no ID desde música Eletrónica, Hip-Hop, R&B, Disco, House, Afro-House e Techno, músicas que vagueam pelos ouvidos do mundo e que se ouvem também em Portugal, “e porque não trazê-la para Cascais?!”, frisou Karla Campos, da Live Experiences.

Podem ser vividas várias experiências num festival só, espalhadas por quatro palcos e tendo a eletrónica como ponto de partida, o ID perfila diversos géneros e subgéneros como o caso do trap-jazz da britânica IAMDDB, a performance eletrizante de Arca, o clássico e intemporal Madlib, a experiência sonora de Kamaal Williams, a festa contagiante de Moullinex, a mistura de Cabo-Verde com a nova Lisboa de Dino D’Santiago e o afro-house eletrónico e progressivo de DJ Nigga Fox, da editora Príncipe Discos.

Já os Portugueses  Meera vão fazer o público dançar com o seu  pop-eletrónico e Rui Maia, da banda X-Wife, apresentará um dj-set também baseado nos ritmos mais urbanos e eletrónicos que o inspiram. Já o DJ Dead End será o representante do hip-hop urbano com rítmicas eletrónicas no ID e o DJ Progressivu, o responsável pelo afro-clubbing do festival, criando o perfeito cruzamento entre as raízes culturais urbanas e a música eletrónica.

Já podes comprar o bilhete diário para o ID – NO LIMITS pelo preço de 35€ e os passes a a partir de 35€ (até 15 janeiro), 45€ (16 janeiro a 28 março) e 50€ (29 março).