A Google anunciou que descobriu uma falha na sua rede social Google+, que deixou expostos dados pessoais de cerca de meio milhão de contas.

O gigante tecnológico referiu que decidiu o encerramento temporário da plataforma, devido a riscos de segurança no acesso a dados privados dos utilizadores afetados.

O encerramento vai durar cerca de dez meses e apenas afetará a versão de ‘consumidor’ desta aplicação, na qual se encontram os erros de segurança que permitiram que outros tivessem acesso a dados pessoais, informou a empresa em comunicado.

“Devido a estes desafios e a um uso tão baixo da versão de usuário da Google+, decidimos encerrar a versão para consumidor do Google+”, frisa o documento, citado pela agência noticiosa Efe.