Numa contagem rápida e superficial a olho nu, pelo menos 800 fãs de trap marcaram a sua presença no It’s a Trap, um evento que acontece no Mercado Time Out, na capital portuguesa. O artista desta edição foi NGA, que está prestes a lançar um novo álbum, Filho das Ruas 2.

DJ Dadda –  Foto: Miguel Roque / BANTUMEN

A apresentação do “Rei da LS” foi antecedida pelo DJ oficial da Bridgetown, Dadda, que fez ecoar o que de melhor toca nas principais playlists de tendências das plataformas de stream. NGA subiu ao palco por volta das duas e meia da madrugada deste primeiro dia de setembro e começou o a sua atuação com o single “Pra M*erda Não Volto”, do álbum King, de 2014. Na back estava DJ Liu One. Os presentes foram também contagiados pelo hit “Qual é o Mambo” de NGA, música com mais de meia dúzia de anos que quase deitou abaixo o palco do It’s a Trap.

Foto: Miguel Roque / BANTUMEN

Na plateia, um público essencialmente jovem e entusiasta saltava e dava os principais passo de dança do momento, reverse e shoot challenge, inspirados no Fortnite, um RPG (Role Playing Game), ou seja, um estilo de videojogo onde as pessoas interpretam os seus personagens. O Fortnite é tendência no mundo inteiro, gera diariamente 1,4 milhões de euros e tem mais de 125 milhões de jogadores registados e o rap é o estilo principal de música do jogo.

NGA | Foto: Miguel Roque / BANTUMEN

O regresso do King ao palco Time Out Market acontece dois anos depois da apresentação do álbum E a União Fez a Força”.  “Urna”, do projeto Caveira, “Má Vida, P.C.A., Normal e outros clássicos não podiam também deixar de ser entoados por NGA.

Foto: Miguel Roque / BANTUMEN

Monsta e Don G também subiram ao palco e marcaram um dos momentos mais inesperados da noite, quando convidaram alguns fãs para os acompanharem na atuação, em cima do palco.

Diferente do que se esperava, NGA não cantou “Tatuagens Cicatrizes & Diamantes” ou “Perfeito”, os singles do álbum Filhos das Ruas 2 que vai ser apresentado em formado fisico no dia 8 deste mês, em Angola.