A fotógrafa Joana Choumali, da Costa do Marfim, acabou de partilhar uma série de imagens tiradas com um iPhone, retratando pessoas da sua cidade natal, Abidjan, após o ataque terrorista de março de 2016, em Grand-Bassam.

A artista adicionou cores às fotografias impressas em tela bordando-as, porque tal como explica “ajuda a mostrar os sentimentos” que não consegue expressar verbalmente.

Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali

“Três semanas após os ataques, a atmosfera da pequena cidade mudou”, comenta Choumali. A tristeza está em toda parte. Uma saudade, algum tipo de melancolia, a maioria das fotos mostra as pessoas sozinhas, andando nas ruas ou apenas de pé, sentadas sozinhas, perdidas nos seus pensamentos em lugares vazios.

Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali

Ça va aller, que significa vai ficar tudo bem em português, foi o título escolhido para a mostra. Joana choumali diz que o processo de bordar as suas fotos agora faz parte da sua vida cotidiana e é uma maneira de relaxar.

Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali
Joana Choumali