O alto índice de desemprego em Angola tem-se agravado com a actual situação económica do país, que fez disparar o número de despedimentos e de empresas falidas. Contornar  esse índice é uma das principais prioridades do atual governo.

Aquele que já foi um El-Dourado par muitos, hoje não faz parte da lista de países quando a conversa anda à volta de oportunidades de emprego.

Contudo, a Jobartis, “ o maior portal de emprego de Angola”, quer mudar esse panorama. Assim, aconteceu a primeira “Feira do Talento”, de 7 a 9 de setembro, que contou com a colaboração de parceiros como o HCTA e com o apoio institucional do Ministério da Administração Pública, do Trabalho e da Segurança Social de Angola, o MAPTESS, de forma a enviar uma mensagem positiva sobre o ambiente laboral no país.

A feira contou com a presença de quase dez mil pessoas, entre candidatos convidados e espontâneos, estudantes e licenciados, que junto de mais de trinta empresas testaram as suas aptitudes profissionais. Entre situações como avaliação de perfil, candidaturas de emprego, entrevistas, assim como dinâmicas com os candidatos, como palestras, workshops e actividades culturais, as empresas que participaram no certame foram EduCartis, Progene, Primavera, Unitel, MAPTESS, INEFOP, TBA, 7Cunhas, Grupo NORS, NELT, PREZIOSO, Banco Valor, OPAIA, TW Twins, Progene, UCALL, Banco Econômico, E&Y, PWC; Tecnovia, Angola Cables e Pumangol.