Acabaram-se as dúvidas. Já foi confirmada a transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus. O Real Madrid aceitou a proposta dos italianos e acedeu libertar o avançado por 105 milhões de euros, um valor que ficou bem abaixo dos 1000 milhões que constavam na cláusula de rescisão do contrato do português.

O clube madrileno explicou através de um comunicado que acertou a transferência atendendo “à vontade e pedido expressadas pelo próprio jogador”.

No comunicado, o clube da capital espanhola não deixa de “expressar a sua gratidão por um jogador que provou ser o melhor do mundo”, lembrando os títulos coletivos e individuais conquistados ao longo das nove temporadas em que Cristiano Ronaldo atuou em Madrid.

Ronaldo vai receber 120 milhões de euros ao longo das quatro épocas, 30 milhões por cada temporada. Chega assim ao fim um ciclo de nove anos em que marcou 450 golos em 438 jogos com a camisola do Real Madrid, tornando-se no melhor marcador da história dos ‘blancos’.

“Para o Real Madrid, Cristiano Ronaldo será sempre um dos seus grandes símbolos e uma referência única para as próximas gerações. O Real Madrid será sempre a sua casa”, finaliza, sem referências aos valores envolvidos na transferência.

Nos merengues o internacional português ganhou quatro edições da Liga dos Campeões, dois campeonatos, duas supertaças de Espanha, três supertaças europeias e três Mundiais de clubes. No Real Madrid recebeu quatro das suas cinco Bolas de Ouro.