O microfone dos Óscares de 2019 vai ser comandado por Kevin Hart. O próprio comediante anunciou a notícia nas suas redes sociais. “Durante anos têm-me perguntado se alguma vez seria o anfitrião dos Óscares e a minha resposta foi sempre a mesma… disse que seria a oportunidade de uma vida para mim como comediante e que irá acontecer quando fosse suposto. Estou tão contente por dizer que finalmente chegou o dia para eu ser o anfitrião dos Óscares”, escreveu no Instagram.

Pouco depois, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas também fez o anúncio oficial para a 91ª cerimónia.

Kevin Hart sucede assim a Jimmy Kimmel, que apresentou a cerimónia durante dois anos seguidos. Hart pode ter sido a chave de ouro escolhida pela academia para combater as fracas audiências registadas nos últimos tempos, com 2018 a registar-se como o ano mais fraco de sempre com 26,5 milhões de espectadores.

Hart começou a sua carreira no “stand-up comedy” antes de Judd Apatow o escolher para um papel secundário na série de TV “Undeclared” (2001). Entretanto passou por diversos filmes, como Scary Movie 3 (2003), Soul Plane (2004) ou Não Há Família Pior! (2010).

Em 2015, a revista Time colocava-o como umas das 100 pessoas mais influentes do mundo. No CV das apresentações, Hart conta com a cerimónia dos BET em 2001, dos MTV Video Music Awards em 2012, do Comedy Central Roast dedicado a Justin Bieber (2013) e MTV Movie Awards em 2016.

No próximo ano, o comediante e ator vai estar novamente no cinema com a sequela de Jumanji: Bem-Vindos à Selva.