Kid Mc é um dos rappers da velha guarda do hip hop angolano que dispensa apresentações e que hoje celebra os seus 15 anos de carreira na Praça da Independência. O brinde para os seus fãs foi o seu álbum Décimo Quinto.

O álbum está composto por 8 faixas musicais e é o primeiro que não sai com a assinatura da sua antiga produtora Made Tapes de Samurai, que estava associado à Força suprema. Agora Kid Mc tem a responsabilidade acrescida ao comando da sua nova produtora Cave Play.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por KID MC (@kidmc_oficial) a

Kid Mc foi um pouco seletivo nas participações deste álbum, escolhendo Leonardo Wawuti (Grande L), Valércya Nzolani, Lucassio, Laton, Keita Mayanda, Mono Sterio e Sanguinário. Os beats estiveram a cargo de Davide Beats, Mad Contrário, Marley do Beat, DJ Caique, DJ Revolution e Dmage MC. 

Mesmo sem estar na ribalta do rap, Kid MC contou com os seus fãs que compareceram este sábado na Praça da Independência para celebraram a data e o novo trabalho do revolucionário.

O álbum quebra a regra que Kid Mc tinha de lançar álbum com mais 15 músicas, como foi no álbum Caminhos, em 2008, que apresentou o rapper ao público angolano, a mixtape Breves Considerações, de 2009, O Incorrigível em 2010, Sombra, de 2013 e em 2016 Dois Lados da Mesma Moeda.