Se tens duas mãos, dez dedos e usas a plenitude das tuas faculdades motoras, provavelmente nunca pensaste no assunto, mas jogar videojogos quando se tem determinadas incapacidades físicas, pode ser uma missão cheia de peripécias. Usar uma mão, um pé, um ombro ou até mesmo uma bochecha pode ser uma solução. Contudo, a Microsoft acaba de criar uma solução: um controlador que se parece com tudo menos um controlador, o Xbox Adaptive Controller.

O objeto é compatível com o Xbox One e com o Windows 10.

Os dois grandes círculos pretos são sensíveis ao toque e substituem os botões A e B, no comando tradicional, mas o interesse reside na tomada de 19 portas jack e 3 portas USB que conectam qualquer material adequado que já exista ou que venha a ser inventado. O controlador adaptado também pode memorizar três perfis diferentes para jogos diferentes, para que não precises reconfigurar todas as alterações.

A ergonomia geral também foi cuidadosamente estudada. Os cantos, por exemplo, são arredondados para evitar possíveis acidentes em caso de queda. Além disso, a embalagem garantirá uma abertura ultra-fácil. O controlador também pode ser facilmente conectado a uma cadeira de rodas ou a um quadro de colo.

Esta não é a primeira vez que a Microsoft se esforça para tornar os videogames mais inclusivos. Em 2017, a empresa lançou o Copilot, um recurso para o Xbox One para conectar dois controladores para que os jogadores possam jogar em complementaridade. Nesse mesmo ano, nasceu o Laboratório de Tecnologia Inclusiva da Microsoft, um laboratório de pesquisa projetado para expandir a acessibilidade de videojogos para pessoas com deficiências.

A história completa do desenvolvimento do controlador está ano vídeo abaixo, onde poderás ver uma demonstração: