Bianca Tschaikner, uma artista austríaca, decidiu recriar um Kama Sutra inclusivo, dos tempos modernos. Esta versão do livro inclui, além de novas posições (algumas ainda baseadas no Kama Sutra original), diferentes orientações sexuais.

A post shared by Bianca Gabriela (@biancatsh) on


A artista, de 32 anos, que é conhecida pelas suas viagens artísticas pelo Irão e Índia, usou a sua essencia e visão criativa para criar um novo catálogo de 34 ilustraçōes feitas em tinta de água.

A post shared by Bianca Gabriela (@biancatsh) on


“Acho super natural incluir alguns homosexuais e casais queer no meu livro, porque estamos em 2018. Eu queria que o meu livro fosse o mais colorido possível”, explica Bianca.

A post shared by Bianca Gabriela (@biancatsh) on

Os trabalhos de Bianca são divertidos, quase que inocentes, mas com um toque sensual e humorístico, numa abordagem rara nos livros eróticos de hoje em dia. O catálogo também apresenta cores peculiares, mas presentes e vivas, como roxo profundo, rosa fluorescente e amarelo brilhante.

A post shared by Bianca Gabriela (@biancatsh) on