Saber vestir é importante, mas vestir roupas que tenham vida e que tenham em si uma história para contar não é tarefa fácil, mas é possível. E é aí que entra a marca Mukubais.

Mucubai, Mucabale, Mugubale ou Mucubal, são os nomes dados a esse povo que é semi-nómada, que vive da agricultura e do gado. Estão maioritariamente localizados no deserto de Namibe, perto das montanhas da serra da Cheia e ao sul do rio Cunene, Angola.

É uma tribo que é conhecida pela sua força, resistência e pelas longas distâncias que faz em pleno deserto. Sem muitas condições de subsistência, usam pouca roupa e carregam com eles facas e lanças para proteção e caça.

Através da moda, a marca angolana criada por duas amigas Monica Rey e Laura Correia, quiseram mostrar ao mundo isso mesmo, um estilo de vida diferente que vai de encontro à ancestralidade africana, que narra as batalhas dos povos em afirmar a sua história, a sua essência, as suas sábias tradições e a sua resistência.

mukubais
FOTO: BANTUMEN

Descendentes de pais angolanos, as amigas que se consideram primas passaram muito tempo em várias províncias de angola a fim de conhecer o seu quotidiano e os seus costumes. “O povo Mucubai é tão rico e quisemos mostrar a beleza do povo. Nós retratamos as pessoas reais” concluem as primas.

A tribo Mucubai foi das primeiras a serem trabalhadas, no decorrer da marca irão trabalhar com outros povos e tribos à volta de África. Por cada t-shirt vendida é revertido um valor simbólico para as tribos, sendo essa a parte mais importante da marca, o cunho social.

Mukubais foi apresentada ontem, no clube Ferroviário em Lisboa, com a participação de Dino D’Santiago e outros convidados. Acede ao site para mais informações da marca e história.

Vê abaixo a entrevista à Bantumen: