aqui falámos várias vezes sobre a problemática ambiental ligada aos plásticos e que afectam, por exemplo, os nossos oceanos. Todos os anos, são fabricados cerca de 380 milhões de sacos de plástico, mas apenas 7% é reciclado.

O que nos vale, é que volta e meia aparecem-nos ideias novas amigas do ambiente e que têm como objectivo reduzir a quantidade de lixo que todos nós depositamos diariamente na natureza. É o caso de uma empresa do Gana que está a transformar restos de plástico em asfalto.

A Nelplast Ghana Limited, uma empresa especializada em processamento industrial com uma inclinação ecológica, está por trás dessa inovação, transformando o lixo de plástico em blocos de pedra que podem ser usados ​​para construir novas estradas.

Na fábrica da Nelplast, sacos e outros detritos de plástico descartados são triturados em fios finos antes de serem misturados com areia comum, criando um novo tipo de asfalto. Embora a reciclagem de sacos de plástico seja o foco deste empreendimento, a grande novidade é que a Nelplast pode usar praticamente qualquer tipo de resíduo plástico.

O engenheiro Nelson Boateng é uma das mentes por trás desta inovação. De acordo com uma entrevista ao site Konbini, com mais de duas décadas de experiência no mundo da tecnologia de reciclagem, Boateng desempenhou um papel vital no desenvolvimento deste material. O engenheiro já construiu a sua própria máquina de reciclagem com sucata e co-fundou a Nelplast Ghana Limited para causar um impacto maior no problema de lixo plástico do seu país.

Trabalhar em prol de um ambiente mais limpo está no coração da Nelplast e, além de construir novas redes rodoviárias com plástico, a empresa também fabrica telhas duráveis feitas do mesmo lixo e ainda oferecem consultoria a outras empresas, para que o conhecimento sobre reciclagem se alastre.