O podcast Três Pancadas dirigido por Sam The Kid, Sir Scratch e João Moura, que acontece quinzenalmente no canal de YouTube TV Chelas, teve como convidado esta semana o rapper luso-moçambicano Plutonio.

Durante o programa, que tem a duração de uma hora e trinta e quatro minutos, foram abordados vários assuntos, entre eles o início de carreira do rapper com o grupo “Atóxicos” onde faziam parte também Atômico, Jamaica e DJ Maskarilha. Falou-se também do lado da produção de Plutonio, que começou a produzir com o Fruity Loops e mais tarde, depois ter estado em Inglaterra, começou a produzir também com o estúdio virtual Reason.

Outro tema abortado durante o podcast foi como aconteceu a entrada de Plutonio na Bridgetown. Em 2016, quando lançou “O Que É Que Tem?”, com participação de Dengaz, este apresentou o boss da produtora, Richie Campbell, a Plutonio.

Um dos momentos altos do podcast foi quando levantou-se o tema sobre a diferença entre Posse cut, que é uma sessão de versos sucessivos onde participam 4 ou mais rappers e Cypher que é quando um grupo de rappers apresentam novas rimas, escritas previamente. E Plutonio lembrou-se da sua participação na segunda temporada do XL Cypher, em outubro de 2016, quando esteve em Angola a promover o álbum Preto & Vermelho. Sam The Kid, depois de explicar a definição de Cypher, disse que Plutonio foi colocado perto de dois rappers fraquinhos fazendo referência a Daboless e Bass que participaram no mesmo episódio. Acrescentado “o boy matou. Talvez deveriam-no meter com rappers melhorezinhos”. Vê o podcast completo abaixo.