“It’s just a girl from Compton” (em português: é só uma miúda de Compton) é o que se ouve dizer sobre Serena Williams, que veio de Compton com vontade e determinação para conquistar o mundo. E que é mais uma missão cumprida. Serena é atualmente uma das mulheres mais influentes do planeta e a GQ nomeou-a a Mulher do Ano.

Depois de criar a sua linha de maquilhagem e da sua própria linha de roupa “Serena“, foi uma das caras da celebração dos 30 anos do famoso slogan “Just Do It.” da Nike. A tenista não parou por aí, mesmo depois de ter sido alvo de comentários menos agrádaveis tanto pelo corpo de árbitros no torneio Grand Slam como pelos internautas, a roupa que usou era um bodycon preto com um cinto vermelho, inspirado no filme Black Panther.

Serena Williams é agora a “Mulher do Ano”. Depois de ser mãe, a tenista foi a personalidade escolhida para fazer capa da edição norte-americana da revista GQ do mês de novembro. Uma das melhores tenistas da história, vencedora de 23 torneios de Grand Slam e três medalhas de ouro Olímpicas entre outros prémios, foi finalista dos Grand Slams de Wimbledon e do Open dos Estados Unidos em 2018.

A rúbrica anual da revista GQ elege os “Homens do Ano” mas desta vez foi diferente, destacaram aquela que para muitos é a melhor tenista da história e uma mulher de coragem que inspira muitas outras mulheres pelo mundo afora.

Serena Williams - GQ
Foto: GQ / Serena Williams